! Veja os momentos mais engraçados do Globo de Ouro em gifs - 13/01/2014 - UOL Entretenimento

Filmes e séries

Veja os momentos mais engraçados do Globo de Ouro em gifs

13/01/2014 11h44

O Globo de Ouro 2014 premiou, na noite de domingo (12) os destaques do cinema e da TV. Os vencedores você já conhece, agora veja os melhores momentos do evento em gifs e imagens.

Como já é de costume, Jennifer Lawrence, que saiu carregando o troféu de melhor atriz coadjuvante por "Trapaça", saiu fazendo caras e bocas atrás de Taylor Swift, enquanto a cantora dava entrevista. A atriz depois a abraçou e revelou o plano: "eu ia te puxar da escada".
 

As comediantes Tina Fey e Amy Poehler foram mais uma vez as apresentadoras da premiação. Como era de esperar, a dupla disparou piadas para a plateia. A primeira a entrar na brincadeira foi Julia Louis-Dreyfus, que concorria ao prêmio de melhor atriz na categoria de cinema, com "À Procura do Amor", e em séries, em "Veep". Tina brincou que Julia estava sentada na área da sétima arte, esnobando.

Mais tarde, elas "flagraram" a atriz sentada no "subúrbio" da premiação, na parte de TV. "Olha só quem está sentando de volta na seção de TV", brincou Tina.

"Breaking Bad" saiu como o grande vitorioso da noite na categoria TV. Ao receber o prêmio, o ator Aaron Paul apenas disse o famoso bordão de seu personagem na série: "yeah, bitches"


Com um drink na mão, Emma Thompson preferiu jogar os sapatos para o alto para anunciar o prêmio de melhor roteiro


Ainda no início da premiação, Tina explicou a sinopse de "Gravidade", indicado ao prêmio de melhor filme, brincando com as namoradas mais novas de George Clooney e com Sandra Bullock. "É a história de como George Clooney preferiu vagar no espaço do que ficar mais um minuto sozinho com alguém de sua idade"


Jim Carrey apareceu no palco e não resistiu em fazer uma piada com o ator Shia LaBeouf, que anunciou estar deixando a vida pública. "Morrer é fácil, comédia é difícil. Eu acredito que foi Shia LaBeouf quem disse isso".


Em um dos momentos mais hilários, Amy apareceu no palco como o filho de Tina Fey, interrompendo a fala do casal Kevin Bacon e Kyra Sedgwick, e questionando quem seria seu pai. Ela desce até a plateia, olha para o ator Idris Elba, que interpreta Nelson Mandela em "Mandela", e questiona: "Mãe, é ele?". Tina devolve: "Não, Randy! Idris Elba não é seu pai. Pense um pouco".

Leonardo DiCaprio saiu vitorioso como melhor ator de comédia/musical por "O Lobo de Wall Street", mas antes teve que sorrir de volta após Tina chamá-lo ao palco: "E agora, como a vagina de uma supermodelo, vamos dar boas-vindas calorosas a Leonardo DiCaprio".

Amy Poehler lascou beijo em Bono, do U2, quando foi anunciada melhor atriz de comédia em série, por "Parks and Recreation". No palco, ela deixou a piada de lado e vibrou

Enquanto isso, o casal Chris Martin e Gwyneth Paltrow não achou graça em nada

 
 
$!$render-component.split('/')[$math.sub($render-component.split('/').size(), 1)]


Veja os vencedores do cinema no Globo de Ouro 2014: 

Melhor filme de drama
"12 Anos de Escravidão

Melhor filme de comédia/musical
"Trapaça"

Melhor direção
Alfonso Cuarón, por "Gravidade"

Melhor roteiro
Spike Jonze, por "Ela"

Melhor atriz de drama
Cate Blanchett, por "Blue Jasmine"

Melhor atriz de comédia/musical
Amy Adams, por "Trapaça"

Melhor ator de drama
Matthew McConaughey, por "Dallas Buyers Club"

Melhor ator de comédia/musical
Leonardo DiCaprio, por "O Lobo de Wall Street""

Melhor atriz coadjuvante
Jennifer Lawrence, por "Trapaça"

Melhor ator coadjuvante
Jared Leto, por "Dallas Buyers Club"

Melhor animação
"Frozen - Uma Aventura Congelante"

Melhor filme estrangeiro
"A Grande Beleza" (Itália)

Melhor trilha sonora
"Até o Fim"

Melhor canção original
"Ordinary Love", de U2 ("Mandela")

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

do UOL
UOL Cinema - Imagens
Cinema
do UOL
AFP
do UOL
Reuters
AFP
do UOL
Reuters
do UOL
Reuters
do UOL
BBC
do UOL
Chico Barney
do UOL
do UOL
UOL Cinema - Imagens
UOL Entretenimento
Cinema
do UOL
AFP
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Reuters
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
AFP
do UOL
Cinema
Roberto Sadovski
do UOL
do UOL
Chico Barney
UOL Cinema - Imagens
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Roberto Sadovski

Roberto Sadovski

As 25 melhores histórias em quadrinhos da Liga da Justiça

Pincelar as melhores histórias da Liga da Justiça é um trabalho complexo. Não pela falta de qualidade, mas pelo contraste: muita coisa entre os primórdios da equipe e o final dos anos 80 tem mais valor por sua inegável importância histórica do que por seus predicados artísticos. O gibi da Liga, afinal, viveu por anos na sombra da animação Superamigos, e isso deixou o tom das histórias mais ingênuo e infantil até a reformulação pós-Crise nas Infinitas Terras. Mas garimpar todas as fases em décadas de aventuras trouxe boas surpresas e ótimas descobertas - além do perceber que, em boas, mãos, a Liga pode ser incrível! A leitura rendeu algumas conclusões. Primeiro, não há absolutamente nada errado em usar histórias de super-heróis para fazer humor! Segundo, o horrendo período dos Novos 52, que privilegiou forma, ignorou substância e fez um flashback sinistro dos primórdios da Image Comics nos anos 90 (urgh), não foi tão cruel com a Liga. Terceiro, pouca gente escreve e entende os herói tão bem quanto Grant Morrisson e Mark Waid. No mais, a Liga da Justiça, em usas diversas encarnações, ainda é aposta certeira quando o assunto é entretenimento - afinal, só uma equipe criativa muito canhestra poderia melar uma mistura de personagens e personalidades e superpoderes tão diversa e tão bacana! Acredite, se os super-heróis mais lendários do mundo sobreviveram a Extreme Justice, nada é capaz de derrotá-los!

Cinema
Topo