Cinema

Clássico cult "Django" terá remake com Franco Nero revivendo protagonista

Reprodução
O ator Franco Nero em cena de "Django" (1966) imagem: Reprodução

Do UOL, de São Paulo

O clássico cult do western italiano “Django” (1966), do diretor Sergio Corbucci, será refilmado com o ator original Franco Nero, hoje com 72 anos, revivendo o protagonista.

A história, que já ganhou inúmeras sequências, mas apenas uma oficial, "Django - A Volta Do Vingador" (1987), serviu de inspiração para “Django Livre” (2012), de Quentin Tarantino.

A terceira trama do personagem, cujos direitos foram adquiridos pela produtora ameicana Point Blank, deve se chamar “Django Lives” (“Django Vive”).

O novo longa se passará em 1915, nos primórdios do cinema, quando os pistoleiros reais --como Wyatt Erp e Buffalo Bill-- trabalhavam como consultores em westerns. No filme, Django será um desses consultores.

Para tentar para manter a conexão com o filme de Tarantino, os produtores contrataram o diretor Joe D'Augustine, que trabalhou na edição de filmes como “Bastardos Inglórios” e “Kill Bill”.

Mark Boone Junior (da série "Sons of Anarchy") e Noah Segan ("Looper") também estarão no elenco. A dona papel principal feminino, originalmente interpretado pela atriz Loredana Nusciak, ainda não foi escolhida. Ainda não há previsão para o início das filmagens.

$!$render-component.split('/')[$math.sub($render-component.split('/').size(), 1)]

 

Topo