Topo

Filmes e séries

Crescido, ator de "O Ano" está dividido entre cinema e administração

Reprodução/Facebook
Michel Joelsas adolescente e na época de "O Ano em Que Meus Pais Saíram de Férias" Imagem: Reprodução/Facebook

Gabriel Mestieri

Do UOL, em São Paulo

19/02/2014 05h00

Conhecido por protagonizar o drama "O Ano em Que Meus Pais Saíram de Férias" (2006), de Cao Hamburger, o ator Michel Joelsas cresceu. Aos 17 anos, e com aparência completamente distinta em relação a quando era criança, ele vive um garoto que tem a personagem de Regina Casé como empregada e babá em "Que Horas Ela Volta", novo longa-metragem de Anna Muylaert ("Durval Discos").

"Ela manda uns improvisos, umas frases, que você tem que se controlar para não rir", diz Joelsas sobre Casé durante um intervalo das filmagens, que ocorrem numa mansão no bairro do Morumbi, na zona sul de São Paulo.

O filme mostra a pernambucana Val (Casé), que foge da pobreza no Nordeste, deixando a filha, Jéssica (Camila Márdila), com a avó. Em São Paulo, como doméstica, cuida de Fabinho (Joelsas). Anos depois, ela recebe uma ligação da filha, que quer prestar vestibular em São Paulo. Com o apoio dos patrões, Val se prepara para receber Jéssica.

De acordo com Joelsas, a principal mudança desde "O Ano", quando tinha 10 anos, para hoje, é a insegurança na hora de assistir o resultado do trabalho nas telas. "Antes era uma brincadeira total, agora é um negócio mais sério", afirma. "Depois de me assistir eu fico com a mão na cara", diz.

O ator conta que conhece Anna Muylaert desde a época de "O Ano", do qual ela é uma das roteiristas. Os dois viajaram juntos a Berlim, onde o filme concorreu ao Urso de Ouro em 2007. "Ela dá uma liberdade para a gente que poucos diretores dão, de um jeito que eu gosto muito de trabalhar", diz.

Desde o filme em que protagonizou aos 10 anos, Michel fez outros trabalhos como ator. Participou de curtas-metragens e do filme "A Suprema Felicidade", de Arnaldo Jabor, além das séries de TV "Alice" e "Julie e os Fantasmas".

No ano passado, entretanto, a carreira de ator foi interrompida para que Joelsas se preparasse para o vestibular. Ele irá cursar Administração. "Desde pequeno sempre quis ser empresário, só que gosto muito de cinema também", diz. "Na verdade hoje eu não sei o que eu quero", afirma.

O ator conta que, durante o trote da faculdade, teve que explicar aos veteranos que seu cabelo não podia ser cortado --caso contrário, o filme teria sérios problemas de continuidade. "Eles entenderam e foram supertranquilos", diz.

Após o término de "Que Horas Ela Volta?", Joelsas planeja ficar mais um tempo longe das câmeras. "Meu projeto agora é fazer faculdade, jogar handebol pela faculdade, surfar, aproveitar", diz.