Cinema

Filme francês em Veneza faz comédia doce sobre roubo de caixão de Chaplin

Divulgação
Imagem do filme "La rançon de la gloire", de Xavier Beauvois imagem: Divulgação

Neusa Barbosa

Do UOL, em Veneza

Relembrando a inacreditável - mas verdadeira - história do roubo do caixão de Charles Chaplin, na Suíça, em 1977, no filme "La rançon de la gloire" (algo como "o preço da fama"), o diretor francês Xavier Beauvois ("Deuses e Homens"), concorendo ao Leão de Ouro em Veneza, conseguiu o melhor de dois mundos.  Ou seja, não só realismo em vários detalhes do crime e do processo e também assinar uma história doce-amarga que certamente o próprio Chaplin aprovaria.

A família Chaplin apoiou a realização do filme, dando todo acesso aos seus arquivos e ainda permitiu que se usassem trechos de filmes de Chaplin e também da trilha sonora de alguns de seus filmes - que o celebrado compositor francês, Michel Legrand, remixa em algumas cenas, com efeitos diversos. Em vários momentos do filme, a trilha soa excessiva, contradizendo o tom, em geral sutil e relaxado, da narrativa.

Certamente, a identidade e a nacionalidade dos dois ladrões foi totalmente alterada. No filme, são dois imigrantes, como na vida real, que perpetram o mirabolante sequestro, mas aqui um, Osman (Roschdy Zem)  é argelino, o outro, Eddy ( Benoit Poelvoorde), belga. Os verdadeiros eram um polonês, outro búlgaro.  E toda a criativa sequência do circo, que tem a participação inspirada de Chiara Mastroianni, apesar de totalmente inventada, tem tudo a ver com a história, o cinema e o humor de Chaplin. Não à toa, o filme foi aplaudido na sessão de imprensa desta manhã de quinta-feira (28). 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.title}}

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 
Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Topo