Cinema

Morre o cineasta William Greaves, aos 87 anos, nos Estados Unidos

Rick Maiman/AP
William Greaves em imagem feita em 2006 imagem: Rick Maiman/AP

Do UOL, em São Paulo

O cineasta e produtor americano William Greaves morreu nesta segunda-feira (25), aos 87 anos, de uma doença não revelada pela família, em sua casa em Manhattan, nos Estados Unidos. A notícia foi confirmada pela nora do cineasta, Bernice Green, ao jornal americano The New York Times.

Ele era famoso em seu país por lutar pelos negros e por seu inovador programa de notícias "Black Journal", dirigido à comunidade afro-americana, que lhe rendeu um Emmy Awards em 1970.

Outras produções conhecidas de Greaves foram "The Fighters", um documentário sobre a luta entre Mohamed Ali e Joe Frazier em 1971 e o filme "Symbiopsychotaxiplasm: Take One", de 1968, que é um documentário dentro de um documentário no qual são usadas câmeras por todos os lados, e que chegou aos cinemas apenas em 2005.

O cineasta deixa três filhos com Louise Greaves Archambault, com quem se casou em 1959.

 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.title}}

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 
Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Topo