PUBLICIDADE
Topo

Após quase três meses internado, José Mojica tem alta de hospital em SP

Do UOL, em São Paulo

05/09/2014 18h42

O cineasta José Mojica Marins, o Zé do Caixão, recebeu alta nesta sexta-feira (5) do  Instituto do Coração, em São Paulo. Segundo o hospital, ele estava internado desde o dia 13 de junho para tratamento das funções renais.

De acordo com o boletim médico, "ele seguirá com acompanhamento cardiológico em ambulatório e sob tratamento de insuficiência renal crônica em clínica especializada".

Em entrevista ao UOL, em julho, a filha do cineasta, Liz Marins, contou que Mojica tinha um quadro de desidratação grave e insuficiência renal aguda. No entanto, ele já havia sido internado em maio deste ano para fazer cateterismo e implantar três stents, tubos inseridos dentro da artéria para normalizar a passagem de sangue. Durante a internação, ele sofreu um infarto seguido de duas paradas cardíacas.

Nascido no dia 13 de março de 1936, na capital paulista, Mojica Marins é filho dos artistas circenses Antonio André e Carmen Marins. Começou a fazer filmes aos 17 anos e, em 1956, já era especializado em terror escatológico. O apelido se deve ao personagem mais famoso, que protagonizou "À Meia-Noite Levarei Sua Alma" (1964), assim como "Esta Noite Encarnarei no Teu Cadáver" (1967) e "O Estranho Mundo de Zé do Caixão" (1968), além de "Encarnação do Demônio" (2008).

No dia 17 de maio, cinco dias antes da internação, Zé do Caixão contou histórias de terror para cerca de 300 pessoas no cemitério da Consolação, durante a Virada Cultural de São Paulo. No mesmo dia, o ator participou da exibição de seu clássico "À Meia-Noite Levarei Sua Alma", no CineSesc.