Filmes e séries

Substituta de Deborah Secco em "Irmã Dulce" diz que só quer papéis difíceis

Mariane Zendron

Do UOL, em São Paulo

Com cabelos curtos e rosto delicado, Bianca Comparato não aparenta a idade que tem. Em 2013, aos 27 anos, interpretou sem dificuldades a adolescente Ana, de 16, na série de TV "A Menina sem Qualidades" (MTV). Por isso pode causar espanto a informação de que a atriz já conta com mais de dez anos de carreira e experiência suficiente para saber o que quer. No momento, ela vive a personagem-título no filme "Irmã Dulce", que teve estreia nacional nesta quinta (27), papel em que substituiu Deborah Secco.

Bianca conta que, há um ano e meio, quando estava em férias na Bahia depois de viver a soturna Bethânia na novela "Avenida Brasil" (Globo), teve um "clique" que a fez decidir que só queria papéis mais difíceis, como o que tinha acabado de interpretar. "Vinha de contratos longos com a Globo. Uma diretora que eu gosto muito me chamou para uma novela, mas expliquei que estava precisando ficar fora, queria desafios. Ter que me passar pela Nina [personagem de Débora Falabella em 'Avenida Brasil'] foi bem difícil. Acho que foi ali que entendi que queria mais personagens daquele jeito", disse a atriz ao UOL, durante entrevista realizada em um hotel, em São Paulo.

Meses depois desse estalo, ela recebeu os convites para as séries "A Menina sem Qualidades", de Felipe Hirsch, e "Sessão de Terapia", de Selton Mello. Provando que a intuição estava certa, ela ganhou o prêmio APCA (Associação Paulista de Críticos de Arte) de melhor atriz em televisão pelos dois trabalhos, em 2013.

Entrega

O papel de Irmã Dulce na fase adulta ela divide com Regina Braga, mas, diferentemente da veterana, que foi convidada, Bianca teve de passar por testes. "Eu só sabia que eu queria muito esse papel. Dei meu máximo ali, fiquei meses só nisso. Parei tudo. Acho que o [diretor] Vicente [Amorim] percebeu isso. A entrega é o que me move."

Bianca Comparato

  • Divulgação

    Acho que é todo ser humano tem uma dose de fé não importa em quê. Pode ser no Sol, num dia bom. Para mim, a minha profissão é uma religião

    Bianca Comparato

Antes de Bianca ser confirmada para o papel, era quase certo que Irmã Dulce seria interpretada por Deborah Secco, que acabou se desligando do projeto alegando conflitos de agenda. Sem citar Secco diretamente, o diretor disse à reportagem que não queria atrizes que estivessem gravando outras coisas ao mesmo tempo. "É um papel muito complexo, cheio de nuances, precisava de entrega para que o nível de realismo ficasse claro", diz ele.

Regina e Bianca moraram um mês em Salvador antes do início das filmagens. Nesse período, passaram dias enclausuradas em um convento e caminharam vestindo hábito pela capital baiana. Sem serem reconhecidas, elas foram abordadas por pessoas que acreditavam estar diante de freiras reais. "Tivemos até que ajudar uma mulher a levar o filho para o hospital. Os carros paravam para atravessarmos. É tudo muito diferente."

Relação com a religião

De família católica, Bianca diz que não era praticante de nenhuma religião quando foi chamada para o filme, mas ela acredita que o projeto está acima disso. "Acho que todo ser humano tem uma dose de fé, não importa em quê. Pode ser no Sol, num dia bom. Para mim, a minha profissão é uma religião."

Caio Duran/Photo Rio News
Malu Valle, que faz parte do elenco de "Irmã Dulce", posa ao lado das protagonistas Bianca Comparato e Regina Braga na pré-estreia do longa-metragem em um cinema na zona sul de São Paulo, na noite desta terça-feira Imagem: Caio Duran/Photo Rio News

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.title}}

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

do UOL
EFE
EFE
do UOL
do UOL
Cinema
do UOL
do UOL
do UOL
Reuters
do UOL
do UOL
EFE
EFE
Colunas - Flavio Ricco
Blog do Barcinski
Roberto Sadovski
redetv
UOL Cinema - Imagens
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
EFE
do UOL
do UOL
do UOL
UOL Jogos
Reuters
do UOL
EFE
do UOL
do UOL
AFP
Reuters
do UOL
Reuters
do UOL
Da Redação
do UOL
do UOL
do UOL
EFE
do UOL
Roberto Sadovski
Blog do Matias
do UOL
AFP
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Roberto Sadovski
Topo