Filmes e séries

Terror produzido por brasileiro leva prêmio de melhor direção em Sundance

Divulgação
Anya Taylor-Joy e Kate Dickie (ao fundo) em cena de "The Witch", de Robert Eggers Imagem: Divulgação

Do UOL, em São Paulo

01/02/2015 20h53

Produzido pelo brasileiro Rodrigo Teixeira e dirigido pelo americano Robert Eggers, o filme de terror “The Witch” levou prêmio de melhor direção no Festival de Sundance na noite deste sábado (31).

Dono da empresa RT Features, que produziu o longa junto com a Parts and Labor, Teixeira comemorou a premiação. “Fiquei muito feliz. Estava vendo a premiação ao vivo pela internet”, contou ele por telefone ao UOL.

Com longas nacionais, como “Tim Maia” (2014), “Alemão” (2014) e “O Cheiro do Ralo” (2007) no currículo, Teixeira já tem também bastante experiência em produção de títulos internacionais, somando já sete filmes. Entre eles estão “Frances Ha” (2012), “Movimentos Noturnos” (2013) e “O Amor É Estranho”. Neste ano, outro longa produzido por ele, “Mistress America”, de Noah Baumbach –mesmo diretor de “Frances Ha”-- também foi exibido em Sundance neste ano, fora da competição.

"Também é brasileiro"

“Acho bom para uma empresa brasileira levar um prêmio tão importante como esse de Sundance. E o filme não deixa de ser também brasileiro”, diz Teixeira. Segundo ele, “The Witch”, que segue a linha “terror clássico”, deve estrear no Brasil no segundo semestre deste ano.

O longa, ambientado na região da Nova Inglaterra, nos Estados Unidos, durante o século 17, mostra uma família que passa a suspeitar de que sua filha mais velha está envolvida com bruxaria após o desaparecimento do caçula da família. O elenco conta com Kate Dickie ("Game of Thrones") e Anya Taylor-Joy. É o primeiro longa-metragem dirigido por Eggers.

Teixeira conta que falou com o diretor após a premiação. “Ele ficou muito feliz. Agradeceu a empresa. É um cara extremamente talentoso. E agora está no mesmo posto de diretores como Wes Anderson e Steve Soderbergh”, diz o produtor, citando diretores de destaque que começaram a ganhar fama após serem premiados em Sundance. 

O festival, um dos principais do cinema independente, também premiou neste ano o filme brasileiro "Que Horas Ela Volta?", de Anna Muylaert. Regina Casé e Camila Márdila dividiram o prêmio de melhor atriz. 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.title}}

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

do UOL
UOL Entretenimento
do UOL
do UOL
do UOL
Chico Barney
Roberto Sadovski
redetv
redetv
do UOL
EFE
EFE
do UOL
do UOL
Cinema
do UOL
do UOL
do UOL
Reuters
do UOL
do UOL
EFE
EFE
Colunas - Flavio Ricco
Roberto Sadovski
redetv
UOL Cinema - Imagens
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
EFE
do UOL
do UOL
do UOL
UOL Jogos
Reuters
do UOL
EFE
do UOL
do UOL
AFP
Reuters
do UOL
Reuters
do UOL
Da Redação
do UOL
do UOL
do UOL
EFE
Topo