Filmes e séries

Crítica americana diz que filme "50 Tons de Cinza" é melhor do que o livro

Do UOL, em São Paulo

10/02/2015 17h47

A adaptação para os cinemas do livro "Cinquenta Tons de Cinza", que tem previsão de estreia no Brasil para a próxima quinta-feira (12), foi avaliada pela mídia especializada americana como um dos poucos casos em que o filme é melhor que o livro, além de ter sido comparado com o longa "9½ Semanas de Amor" (1986). 

A crítica publicada no site da revista "Variety" afirma que o maior problema das adaptações literárias é não conseguir capturar a "voz do autor". "No caso de 'Cinquenta Tons de Cinza', esta característica é a sua grande virtude", diz o texto. 
 
O longa é baseado no livro homônimo de E.L. James e retrata a relação da jovem e inocente Anastasia Steele (Dakota Johnson) com o milionário Christian Grey (Jamie Dornan), adepto de práticas sadomasoquistas.
 
Tanto a "Variety", quanto a "The Hollywood Reporter" compararam as cenas mais picantes com o drama erótico "9½ Semanas de Amor", com Kim Basinger e Mickey Rourke. "Embora as cenas de sexo explícitos tenham sido atenuadas, este é o primeiro filme de estúdio em anos a olhar diretamente para o sexo. E, ao contrário de filmes como '9½', o longa enxerga o sexo da perspectiva da mulher", diz a crítica do "THR". 
 
A "Hollywood Reporter", no entanto, critica as cenas de sexo. "O primeiro uso da sala de jogos [de Christian Grey] não é ameaçadora e um pouco genérica", afirma o texto. "As cenas de sexo sugerem mais do que aqueles dramas de Hollywood, porém sem avançar muito. A penúltima cena, onde Christian pune Anastasia com um cinto e se emociona, é de longe a mais extrema". 
 
A "Variety" conclui sua crítica abordando a mudança que o personagem Christian Grey sofre. "Ele começa o filme dizendo que 'exerce o poder sobre todas as coisas'", lembra o texto, para destacar como Grey é modificado por Anastasia Steele. "É um drama que dificilmente poderia sustentar um filme, muito menos três (...) culminando com cenas em câmeras lentas sugerindo que não foi apenas Anastasia que estava usando uma venda durante a montagem do filme". 
 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

do UOL
do UOL
do UOL
UOL Cinema - Imagens
do UOL
Reuters
do UOL
do UOL
do UOL
Reuters
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
TV e Famosos
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Roberto Sadovski
UOL Cinema - Imagens
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Reuters
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Cinema
Roberto Sadovski
Cinema
Colunas - Flavio Ricco
Reuters
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Topo