Filmes e séries

Em biografia, atriz de "Manhattan" diz que foi assediada por Woody Allen

Divulgação
Woody Allen e Mariel Hemingway em cena do filme "Manhattan" Imagem: Divulgação

Do UOL, em São Paulo

27/03/2015 11h21

Muito antes de Woody Allen ser acusado de abuso sexual contra sua filha, o diretor teria assediado uma jovem atriz durante a gravação de seu filme “Manhattan” (1979). A americana Mariel Hemingway tinha entre 17 e 18 anos quando imortalizou Tracy, a namorada mais nova do escritor Isaac (vivido pelo próprio Woody Allen) no filme. Por trás das câmeras, no entanto, a atriz diz que precisou afastar as investidas do cineasta. 

"Nosso relacionamento era platônico, mas comecei a ver que ele tinha uma espécie de paixão por mim, embora eu rejeitasse tal ideia como o tipo de coisa que parece acontecer com qualquer homem de meia-idade ao lado de mulheres jovens”, escreve Hemingway, em sua autobiografia recém-lançada nos Estados Unidos, “Out Came the Sun”. Allen tinha mais de quarenta anos na época.

A atriz ainda relata que na época ela ficara encabulada com os diálogos sobre sexo entre sua personagem e o namorado no longa-metragem. Nos bastidores, continuava envergonhada por ser insistentemente convidada por Allen para viajar com ele a Paris.

Questionada pelos pais se ela teria um quarto privado durante a viagem, ela começou a suspeitar das intenções do cineasta. "Eu era uma idiota. Ninguém estava indo para ter seu próprio quarto. Seu plano era estar comigo”. Em um trecho, ela conta que Allen foi confrontado quando o diretor estava em Idaho, em Ohio, na casa de seus pais: "Eu não vou ter meu próprio quarto, vou?", perguntou para Allen. Com o silêncio do cineasta, ela disse: "Eu não posso ir para Paris com você."

A vida pessoal de Allen é cercada de controvérsias. O diretor negou veementemente as alegações de sua ex-mulher Mia Farrow de que ele teria abusado sexualmente da filha adotiva, Dylan, quando ela tinha 7 anos. A má relação com Farrow começou quando a atriz descobriu que Allen tinha começado a namorar Soon-Yi Previn, filha adotiva do casal, com quem Allen é casado até hoje.

Hemingway não comenta as acusações, mas ela foi uma das atrizes que prestaram homenagem ao diretor no Globo de Ouro 2014.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

UOL Cinema - Imagens
BBC
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
AFP
Roberto Sadovski
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
EFE
do UOL
UOL Cinema - Imagens
Reuters
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Cinema
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
UOL Cinema - Imagens
Cinema
do UOL
UOL Cinema - Imagens
Cinema
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
EFE
EFE
do UOL
Roberto Sadovski
do UOL
do UOL
do UOL
UOL Entretenimento
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Topo