Topo

Filmes e séries

Curta do interior de SP é finalizado com dinheiro de rifa e vai para Cannes

Divulgação
O estudante David Martins, de 14 anos, morador de Rio Claro (SP), estrela o curta "Command Action" Imagem: Divulgação

Tiago Dias

Do UOL, em São Paulo

21/04/2015 12h13

Um dos poucos representantes brasileiros no Festival de Cannes deste ano vem do interior de São Paulo e chegou ao olimpo do cinema após ser finalizado com o dinheiro arrecadado em rifas.

O curta-metragem nacional “Command Action”, dirigido por João Paulo Miranda Maria e produzido pelo Coletivo Kino-Olho, será exibido na Semana da Crítica, mostra paralela dedicada aos primeiros e segundos filmes de cineastas do mundo todo, a ser realizada entre os dias 14 e 22 de maio.

A história de 14 minutos se passa em uma feira popular no periférico bairro de Cervezão, em Rio Claro, no interior de São Paulo, e acompanha um
garoto que vai comprar legumes para a família, quando se depara com um robô de brinquedo feito no Paraguai chamado Command Action.

O protagonista é feito pelo estudante David Martins, 14 anos, morador de Rio Claro. Martins foi escolhido entre vários alunos da rede municipal. A ideia era integrar os moradores à produção e trazer espontaneidade à história. "Fizemos uma seleção, e o engraçado é que ele tinha vários problemas na escola, várias advertências. A gente cobrou dele outro comportamento", diz o diretor João Paulo Miranda Maria. O estímulo funcionou. “Ele já estava melhorando. Agora com a seleção [de Cannes], nós demos autoestima. Aí você vê que é tudo questão de autoestima, de ser alguém", conta o diretor.

Mesmo com apoio da Prefeitura de Rio Claro, "Comand Action" foi feito a toque de caixa. “Fizemos com metodologia própria. Conseguimos R$ 28 mil pela a Lei Rouanet, mas estamos com dificuldade de conseguir captar. Só conseguimos de R$ 3 mil a R$ 5 mil.” A solução foi vender rifas pela cidade. Dessa forma, a equipe conseguiu mais R$ 1,5 mil para finalizar o filme.

Semana da Crítica
A Semana da Crítica também anunciou na segunda-feira (20), os longas selecionados. Competem dois filmes de diretores latinos coproduzidos pelo Brasil. O argentino Santiago Mitre concorrerá com seu segundo filme,  “Paulina” (La Patota), uma coprodução com Brasil e França, e o colombiano César Augusto Acevedo assistirá à estreia de seu primeiro filme, “La Tierra y la Sombra”, que também tem o Brasil como coprodutor.

Command Action, cuja estreia mundial será em Cannes, competirá com outros nove filmes de curta ou média metragens de países como a Suécia, França, Indonésia, Estados Unidos, Romênia e Itália, selecionados de uma lista de 1.750 títulos. O júri da Semana da Crítica será presidido pela atriz e diretora israelense Ronit Elkabetz.

A 68ª edição do Festival de Cannes acontecerá de 13 a 24 de maio.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!