Cinema

The Rock negocia atuar no novo "Aventureiros do Bairro Proibido", diz site

Divulgação
Dwayne Johnson (à esq.), em "Terremoto", e Kurt Russell, em "Os Aventureiros do Bairro Proibido" imagem: Divulgação

Do UOL, em São Paulo

Dwayne “The Rock” Johnson está em negociações para estrelar o remake de “Os Aventureiros do Bairro Proibido”, clássico oitentista do diretor John Carpenter que, na nova versão, terá roteiro de Ashley Miller e Zack Stentz, responsáveis por “X-Men: Primeira Classe”.

Segundo o site The Wrap, diversas fontes ligadas à produção confirmaram a informação. Lançado em 1986, o filme original era estrelado por Kurt Russel e Kim Cattrall. Na época, a produção só conseguiu arrecadar US$ 11 milhões nas bilheterias americanas, mas, com o tempo, tornou-se cult. 

Na refilmagem, Johnson deve fazer o papel que foi interpretado por Russel: o do caminhoneiro Jack Burton, que acaba envolvido em uma batalha mística no bairro Chinatown de San Francisco.

O ator e seus parceiros de produção Dany Garcia e Hiram Garcia estariam oferecendo o remake à Fox, que lançou o original e detém seus direitos. Ainda de acordo com o The Wrap, “Os Aventureiros do Bairro Proibido” é um dos filmes favoritos de Johnson, e Miller e Stentz já fecharam o acordo para escrever o roteiro. Além de “X-Men – Primeira Classe”, a dupla já escreveu “Thor” e também será responsável pelo roteiro do filme “Power Rangers”, que deve ser lançado em breve.

Atualmente, Johnson está no topo das bilheterias com “Terremoto – A Falha de San Adreas”

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.title}}

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 
Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Topo