Filmes e séries

"Avatar" 2 deve estrear só em 2017; "Cameron tem seu ritmo", diz CEO da Fox

Do UOL, em São Paulo

A primeira sequência de “Avatar”, que lidera o ranking mundial de bilheteria de todos os tempos (com US$ 2,79 bilhões, ou R$ 8,7 bilhões, arrecadados desde 2009), deve demorar um ano a mais que o previsto, segundo o CEO da divisão de entretenimento da Fox, Jim Gianopulos. Planejado inicialmente para 2016, o novo longa sobre os humanoides azuis do povo Na’vi, nativos do mundo fictício de Pandora, deve chegar aos cinemas apenas no fim de 2017, durante as férias de Natal. As informações são do site da revista norte-americana "Variety".

“[O diretor] Jim Cameron tem seu próprio ritmo”, disse Gianopulos na última quinta-feira (11), durante uma conferência de cinema em Nova York.

O executivo da Fox afirmou, ainda, que visitou há dois meses os escritórios de Cameron na Nova Zelândia. “Há um quarto coberto do chão ao teto com imagens, personagens, mundos, cenários. É a coisa mais incrível e de tirar o fôlego que já se viu. O desafio dele agora é pôr tudo isso no filme”, destacou Gianopulos.

Outras duas sequências de “Avatar” estão previstas para 2018 e 2019.

O primeiro longa de “Avatar” foi uma grande aposta da Fox, com um custo total de produção de US$ 237 milhões (R$ 735,9 milhões). O filme teve boa parte gravada em cromaquis (telas de fundo verde) e foi um dos primeiros investimentos vultosos em live-action (com atores reais, e não animações) em 3D.

De acordo com Gianopulos, a “lábia” de Cameron deixou os executivos da Fox perplexos e muito animados na época. “No primeiro filme, ele criou uma tecnologia que estava muito à frente do seu tempo. Claro que agora ele já superou isso, todas as peças estão no lugar. A história está sendo finalizada”, declarou o CEO da Fox.

Na última quinta-feira, o empresário australiano Rupert Murdoch passou o controle da empresa-mãe da 21st Century Fox para seus filhos, James e Lachlan.

Recordistas de bilheteria

Depois de “Avatar”, o segundo recorde mundial de bilheteria também pertence a Cameron, com Titanic, que arrecadou em todo o mundo US$ 2,19 bilhões (R$ 6,7 bilhões) desde que foi lançado, em 1997.

No terceiro lugar, aparece “Vingadores” (2012), de Joss Whedon, com bilheteria total de US$ 1,51 bilhão (R$ 4,6 bilhões). Na quarta posição, está "Velozes e Furiosos 7", que estreou no início de abril, com arrecadação global de US$ 1,5 bilhão (R$ 4,6 bilhões).

Na quinta colocação, vem "Harry Potter e as Relíquias da Morte - Parte 2", a última parte da saga, com US$ 1,34 bilhão (R$ 4,19 bilhões). E o sexto lugar é ocupado pelo blockbuster "Vingadores: Era de Ultron", lançado em 22 de abril pela Marvel Studios. O filme já arrecadou mais de US$ 1,32 bilhão (R$ 4 bilhões) em bilheteria ao redor do mundo. Em pouco mais de 20 dias em cartaz, a produção já havia batido a marca de US$ 1 bilhão(R$ 3,1 bilhões).

Atualmente, o número de produções que já arrecadaram mundialmente mais de US$ 1 bilhão (R$ 3,1 bilhões) nos cinemas subiu para 21.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.title}}

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

do UOL
EFE
do UOL
Roberto Sadovski
Blog do Matias
do UOL
AFP
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Roberto Sadovski
UOL Cinema - Imagens
do UOL
do UOL
EFE
Colunas - Flavio Ricco
UOL Cinema - Imagens
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
AFP
do UOL
do UOL
UOL Entretenimento
do UOL
do UOL
Cinema
Blog do Nilson Xavier
do UOL
Reuters
EFE
AFP
do UOL
Reuters
do UOL
do UOL
UOL Cinema - Imagens
Da Redação
do UOL
do UOL
UOL Cinema - Imagens
do UOL
Colunas - Flavio Ricco
Roberto Sadovski
do UOL
do UOL
UOL Entretenimento
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Topo