Cinema

Antiga "Hollywood brasileira", estúdios Vera Cruz serão revitalizados

Reprodução
Cena de "O Cangaceiro", do cineasta Lima Barreto, produzido pelos estúdios Vera Cruz imagem: Reprodução

Do UOL, em São Paulo

Os antigos estúdios de cinema Vera Cruz, que funcionaram em São Bernardo do Campo, no ABC paulista, entre 1949 e 1954 e chegaram a ser um dos maiores polos cinematográficos do mundo, serão enfim revitalizados.

Depois de anos de discussões, o novo projeto para o espaço, que conta com uma área de mais de 45 mil metros quadrados no bairro Jardim do Mar, será apresentado no dia 5 de agosto. A ideia é, dentro de um prazo de cinco anos, transformar o local em um amplo complexo de produção audiovisual.

O empreendimento será gerido por 30 anos pela empresa Telem, que venceu o processo de licitação promovido pela Prefeitura de São Bernardo. O contrato foi assinado em junho.

A revitalização prevê o aumento do número de estúdios de duas para sete, além da instalação de um Centro Cultural, com teatro de 850 lugares, e um Centro de Audiovisual.

O projeto para os estúdios Vera Cruz também inclui sala de cinema, incubadora de empresas ligadas à área, um restaurante e um espaço para todo o antigo acervo da companhia cinematográfica.

Criados em 1949 pelo produtor italiano Franco Zampari e o industrial brasileiro Francisco Matarazzo Sobrinho, para ser uma espécie de "Hollywood brasileira", os estúdios chegaram a ser um dos maiores do mundo até fechar as portas em 1954, após uma grande crise financeira.

De lá saíram títulos importantes para o cinema nacional, como o longa “O Cangaceiro” (1954) e o curta “Painel” (1950), ambos do cineasta Victor Lima Barreto  Barreto e premiados no Festival de Cannes. Ao todo a Companhia Cinematográfica Vera Cruz produziu e coproduziu mais de 40 longas.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.title}}

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 
Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Topo