Filmes e séries

Controverso na França, drama pornográfico em 3D chega ao Brasil em setembro

Divulgação
Cena do filme "Love", de Gaspar Noé Imagem: Divulgação

Tiago Dias

Do UOL, em São Paulo

07/07/2015 11h08

Na esteira de filmes controversos como “Ninfomaníaca” e “Azul é a Cor Mais Quente”, mais uma produção europeia deve causar polêmica no Brasil em setembro. Drama produzido em 3D, “Love”, do diretor franco-argentino Gaspar Noé, literalmente causou no último Festival de Cannes

Repleto de cenas de sexo explícito – incluindo uma cena de ejaculação "frontal" (ou seja, na direção do público) --, o filme gerou mais um burburinho na França ao receber classificação indicativa de 16 anos. O ministro da Cultura, Fleur Pellerin, não gostou e já pediu para que o filme seja reavaliado, dada a “natureza sexual” da história.

A produtora francesa Wild Bunch reagiu à decisão e disse que o pedido demonstra "extremo conservadorismo". "Não temos nada a ganhar em fazer o jogo do conservadorismo e do puritanismo", rebateu a produtora do filme em nota. 

O brasileiro Rodrigo Teixeira, da RT Features, coproduziu “Love” e afirmou que a polêmica já era esperada. “Houve controversa durante a produção, durante a exibição em Cannes e não teria motivo para agora ser diferente”, explicou, ao UOL.

“O Gaspar [Noé] fez um filme ousado, mais uma vez, e de certa forma chocante. Não estamos acostumados a ver histórias de amor sendo contadas do ponto de vista sexual”, observa Teixeira. “A sociedade e as instituições são conservadoras, não há dúvida, mas ficamos muito contentes com o resultado final. Como realizadores, queremos que nosso filme seja visto pelo maior número de pessoas”.

Cannes Film Festival/EFE
Cena do filme "Love", de Gaspar Noé Imagem: Cannes Film Festival/EFE
18+ no Brasil

Noé já é um polêmico de carteirinha. Aliado à direção vertiginosa e com muitos efeitos, ele gosta de chocar plateias. Com “Irreversível”, no Festival de Cannes de 2002, foi duramente criticado pela sequência de nove minutos de um estupro com a atriz Monica Bellucci. No festival de 2009, ele voltou a provocar com “Into the Void”, uma imersão sobre morte, reencarnação e drogas.

Com “Love”, Noé quer falar sobre o amor através do sexo. Na trama, Um pai de família (Karl Glusman) relembra o tórrido romance que teve com Electra (Aomi Muyock), uma garota que acabou de desaparecer. Nas memórias, sexo a três e todos os tipos de excessos e perversidades. (Assista ao trailer abaixo)

O Brasil deve ser o primeiro país após a França a receber o longa. A data de estreia está prevista para 17 de setembro e o filme deve ganhar pré-estreia no Dia do Sexo – é uma das grandes apostas da distribuidora Imovision para este ano.

Pelo menos por aqui, a classificação indicativa deve ser de 18 anos. O diretor da Imovision, Jean Thomas Bernardini, contesta e afirma que o mercado de cinema está refém da Coordenação de Classificação Indicativa (COCIND) do Departamento de Justiça, Classificação, Títulos e Qualificação (DeJus).

“A censura aqui com certeza será de 18 anos baseada em nossas experiências anteriores tendo em visto a severidade dos julgadores da ‘classificação indicativa’ e a falta de reatividade da classe cinematográfica perante o exagero dessa severidade com filmes de Arte”, critica.

O vídeo abaixo contém conteúdo inapropriado para menores.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

do UOL
do UOL
ANSA
do UOL
Roberto Sadovski
do UOL
do UOL
do UOL
Reuters
do UOL
AFP
Reuters
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
UOL Cinema - Imagens
do UOL
Roberto Sadovski
do UOL
do UOL
UOL Cinema - Imagens
BBC
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
AFP
Roberto Sadovski
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
EFE
do UOL
UOL Cinema - Imagens
Reuters
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Cinema
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
UOL Cinema - Imagens
Cinema
do UOL
UOL Cinema - Imagens
Topo