Cinema

"Minions" surpreende e arrecada US$ 46,2 milhões na estreia nos EUA

Do UOL, em São Paulo

A animação "Minions" estreou com sucesso neste final de semana nos Estados Unidos. Em um dia de exibição foram arrecadados cerca de US$ 46,2 milhões na sexta-feira, incluindo US$ 6,2 milhões nas sessões de pré-estreia na quinta-feira, considerado um alto número para uma pré de animação. No Brasil, quando estreou há quinze dias, o primeiro fim de semana faturou R$ 22.687.991, de acordo com a Rentrak.

"Meu Malvado Favorito 2", animação que deu origem ao longa das criaturinhas amarelas, estreou há dois anos arrecadando US$ 142 milhões, em cinco dias de exibição, batendo o recorde alcançado em 2010 por "Toy Story 3".

A expectativa é que "Minions" encerre o final de semana com US$ 115 milhões. Previsões iniciais indicavam que o filme arrecadaria em torno de US$ 90 milhões.

Com essa soma, "Minions" deve se tornar a segunda maior estreia da história para uma animação, atrás apenas de "Shrek Terceiro", que arrecadou  US$ 121,6 milhões em sua estreia em 2007.

O longa, sob a direção de Kyle Balda ("O Lorax: Em Busca da Trúfula Perdida") e Pierre Coffin ("Meu Malvado Favorito"), conta a origem das minúsculas criaturas amarelas que surgiram nos primórdios da Terra.

Sandra Bullock dubla a supervilã Scarlett Overkill, que no Brasil tem a voz da atriz Adriana Esteves. Vladimir Brichta faz o personagem Herb Overkill, marido de Scarlett e um inventor artístico de armas que faz de tudo para ver sua mulher feliz.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.title}}

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 
Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Topo