Filmes e séries

Você viu o Homem-Aranha no trailer de "Capitão América: Guerra Civil"?

Do UOL, em São Paulo

25/11/2015 15h15

Os fãs de quadrinhos estão tão ansiosos para ver o Homem-Aranha finalmente em um filme da Marvel que já estão vendo coisas. Ou não.

Reprodução
Suposto Homem-Aranha no trailer de "Capitão América: Guerra Civil". Será? Imagem: Reprodução

Foi divulgado na madrugada desta quarta (25) o primeiro trailer de "Capitão América: Guerra Civil" e fãs foram rápidos em identificar um personagem que aparece muito rapidamente, bem de longe, como Peter Parker.

Um sujeito vestindo vermelho é visto do alto, em uma cena em que o Falcão aparece voando. Não é possível ver direito de quem se trata, e também não há nenhuma outra informação no contexto da cena que confirme ou refute esta hipótese, mas já está confirmado que o Homem-Aranha fará uma aparição no filme, com o jovem Tom Holland, 19, no papel.

Para alguns internautas, o sujeito que aparece no trailer poderia ser o Homem-Formiga, que está confirmado no longa e também usa um traje com detalhes em vermelho.

Você acha que o Homem-Aranha aparece no trailer de "Capitão América 3"?

Resultado parcial

Total de votos
Total de votos

E você, o que acha?

Um personagem novo que, esse sim, podemos dizer com certeza que está no trailer de "Capitão América: Guerra Civil" é o Pantera Negra, interpretado por Chadwick Boseman.

Com estreia no Brasil prevista para o dia 28 de abril de 2016, o filme tem no elenco Chris Evans (Capitão América), Robert Downey Jr. (Homem de Ferro), Frank Grillo (Ossos Cruzados), Chadwick Boseman (Pantera Negra), Scarlett Johansson (Viúva Negra), Anthony Mackie (Falcão), Jeremy Renner (Gavião Arqueiro), Elizabeth Olsen (Feiticeira Escarlate), Daniel Brühl (Barão Zemo), Emily VanCamp (Agente 13), Don Cheadle (Jim Rhodes/Máquina de Combate), Paul Rudd (Homem-Formiga), Tom Holland (Homem-Aranha), William Hurt (General Ross) e Martin Freeman.

Anthony e Joe Russo ("Capitão América: O Soldado Invernal) voltam à direção e o roteiro é assinado por Christopher Markus e Stephen McFeely, que trabalharam nos dois primeiros títulos do Capitão América.

Reprodução
O Pantera Negra aparece pela primeira vez no trailer de "Capitão América: Guerra Civil" Imagem: Reprodução

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

do UOL
Reuters
do UOL
Reuters
do UOL
BBC
do UOL
do UOL
do UOL
Chico Barney
UOL Cinema - Imagens
UOL Entretenimento
Cinema
do UOL
AFP
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Reuters
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
AFP
do UOL
Cinema
Roberto Sadovski
do UOL
do UOL
Chico Barney
UOL Cinema - Imagens
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Roberto Sadovski

Roberto Sadovski

As 25 melhores histórias em quadrinhos da Liga da Justiça

Pincelar as melhores histórias da Liga da Justiça é um trabalho complexo. Não pela falta de qualidade, mas pelo contraste: muita coisa entre os primórdios da equipe e o final dos anos 80 tem mais valor por sua inegável importância histórica do que por seus predicados artísticos. O gibi da Liga, afinal, viveu por anos na sombra da animação Superamigos, e isso deixou o tom das histórias mais ingênuo e infantil até a reformulação pós-Crise nas Infinitas Terras. Mas garimpar todas as fases em décadas de aventuras trouxe boas surpresas e ótimas descobertas - além do perceber que, em boas, mãos, a Liga pode ser incrível! A leitura rendeu algumas conclusões. Primeiro, não há absolutamente nada errado em usar histórias de super-heróis para fazer humor! Segundo, o horrendo período dos Novos 52, que privilegiou forma, ignorou substância e fez um flashback sinistro dos primórdios da Image Comics nos anos 90 (urgh), não foi tão cruel com a Liga. Terceiro, pouca gente escreve e entende os herói tão bem quanto Grant Morrisson e Mark Waid. No mais, a Liga da Justiça, em usas diversas encarnações, ainda é aposta certeira quando o assunto é entretenimento - afinal, só uma equipe criativa muito canhestra poderia melar uma mistura de personagens e personalidades e superpoderes tão diversa e tão bacana! Acredite, se os super-heróis mais lendários do mundo sobreviveram a Extreme Justice, nada é capaz de derrotá-los!

Cinema
Colunas - Flavio Ricco
do UOL
do UOL
do UOL
UOL Cinema - Imagens
do UOL
Reuters
do UOL
Topo