PUBLICIDADE
Topo

"Alan foi o primeiro a não me tratar como criança", diz Daniel Radcliffe

Do UOL, em São Paulo

14/01/2016 11h14Atualizada em 14/01/2016 15h03

A morte de Alan Rickman nesta quinta-feira (14) pegou o elenco da saga "Harry Potter" de surpresa, e fez com que os antigos colegas de trabalhos relembrassem do convício com o ator britânico. 

Autora dos livros do bruxo, J.K. Rowling lamentou a notícia: "Não há palavras para expressar o quanto chocada e arrasada estou pela morte de Alan Rickman. Era um ator magnífico e um homem incrível", escreveu a escritora no Twitter.

Intérprete de Harry Potter, Daniel Radcliffe se lembrou da gentileza e do humor do ator, e afirmou que Alan foi um dos primeiros “adultos em Harry Potter” a não trata-lo como criança.

“Alan Rickman é sem dúvida um dos grandes atores com quem terei trabalhado. Ele é também uma das pessoas mais leais e solidárias que conheci na indústria do cinema. Ele foi tão encorajador comigo, seja no set, seja nos meus anos pós-Potter. Tenho quase certeza que ele foi assistir tudo que fiz nos palcos de Londres e Nova York. Ele não tinha que fazer isso.”, desabafou, em um longo post no Google+.

“Ele foi um dos primeiros adultos em Harry Potter a me tratar não apenas como criança, mas como um par. Trabalhar com ele em uma idade de formação foi incrivelmente importante e vou carregar lições que me ensinou para o resto de minha vida e carreira. Sets de filmes e palcos teatrais estão todos pobres com a perda deste grande ator e homem”, disse.

Emma Watson, intérprete de Hermione, relembrou das vezes que contracenou com o professor Severo Snape, personagem que Alan imortalizou na franquia. "Estou muito triste em ouvir sobre Alan hoje. Eu me sinto muito sortuda por ter trabalhado e passado um tempo com um homem e ator tão especial . Eu vou realmente sentir falta das nossas conversas. RIP Alan. Nós te amamos".
 
Na pele do personagem Fred Weasley na série de filmes do bruxinho, James Phelps se disse surpreso pela notícia. "Chocado e triste ao saber que Alan Rickman morreu. Um dos atores mais legais que eu conheci. Pensamentos e orações para sua família neste momento", escreveu o ator no microblog. Seu irmão, Oliver Phelps, que também participou dos filmes do Harry Potter, destacou a parceria Rickman: "Terrivelmente triste a notícia sobre o falecimento de Alan Rickman. Uma pessoa engraçada e envolvente que deixou um ator jovem e tímido à vontade quando estava em HP ['Harry Potter']".

"Todos amavam Alan. Ele sempre foi feliz, divertido, criativo, e muito, muito engraçado. Tinha uma voz ótima, falava espetacularmente bem", disse o Sir Michael Gambon, intérprete do personagem Dumbledore nos filmes do bruxinho de Hogwarts, para o canal britânico BBC.

O ator e escritor Stephen Fry disse que Rickman fará muita falta. "Sentimos muito esta notícia triste sobre Alan Rickman. Um homem de enorme talento, charme e presença de palco atordoantes. Ele fará uma falta profunda", falou no Twitter.

O ator e diretor David Morrissey também usou as redes sociais para falar sobre a morte de intérprete do professor Snape. "Muito triste de ouvir a notícia de Alan Rickman. Um ator incrível e um homem adorável. Notícia trágica", expressou. O comediante norte-americano Seth Meyers falou sobre como gostava de acompanhar o ator. "Havia poucas coisas que eu gostava mais do que ver Alan Rickman em um filme", declarou no Twitter.

A Academia Britânica de Cinema (Bafta) se manifestou sobre a notícia. No Twitter oficial da organização, foi escrita uma mensagem de pêsame: "Estamos profundamente tristes por saber que Alan Rickman morreu". A Academia lembrou que Rickman foi indicado a quatro BAFTAs, sendo vencedor na categoria Ator Coadjuvante no filme "Robin Hood", em 1992. 

Rickman tinha câncer e notícia da morte foi confirmada pela família. 
 
Carreira
 
Alan Rickman como o professor Snape na franquia de filmes do Harry Potter - Reproduçao - Reproduçao
Alan Rickman como o professor Snape na franquia de filmes do Harry Potter
Imagem: Reproduçao
Apesar de toda a fama como o professor que tem uma relação difícil com o menino Potter, Rickman já havia feito outros papeis importantes nas telonas, como o papel do vilão Hans Gruber, em "Duro de Matar', em 1988, em seu primeiro papel em Hollywood.
 
Gruber foi o primeiro de três vilões memoráveis do cinema. Ele também foi o xerife de "Robin Hood", em 1991, e o terrível Grigori Rasputin no filme para televisão de 1996. 
 
Não só com papeis  de vilões o ator teve destaque. Ele também fez sucesso no papel de Harry em "Simplesmente Amor", que vivia um casamento em crise com Emma Thompson.