PUBLICIDADE
Topo

Morre aos 101 anos Willis Pyle, animador de "Pinóquio" e "Bambi"

Montagem com Pinóquio e seu animador, Willis Pyle, que morreu aos 101 anos - Montagem/UOL
Montagem com Pinóquio e seu animador, Willis Pyle, que morreu aos 101 anos Imagem: Montagem/UOL

Do UOL, em São Paulo

08/06/2016 18h11

Morreu aos 101 anos o lendário animador Willis Pyle, um dos responsáveis por clássicos da Disney como "Pinóquio" (1940) e "Bambi" (1942). Ele morreu em seu apartamento localizado em Nova York (EUA).

A morte, ocorrida na última quinta-feira (2), foi anunciada nesta quarta pela família do artista, que não divulgou as causas do óbito.

Nascido no Líbano em 1914, Pyle ingressou na Universidade do Colorado antes de começar a trabalhar na Disney, em 1937. Seu primeiro trabalho foi no filme "Pinóquio", segunda animação do estúdio, como assistente de Milt Kahl (1909-1987).

Pyle também integrou a equipe de "Fantasia" (1940), terceira animação da Disney, e "Bambi" antes de trocar o estúdio pelo de Walter Lantz (1899-1994), criador de Pica-Pau.

Em 1949, o profissional trabalhou na United Produtcions of America (UPA) e foi um dos criadores de Mr. Magoo. No ano seguinte, também pela UPA, recebeu o Oscar de melhor curta-metragem de animação por "Gerald McBoing Boing".

Willis Pyle é considerado um dos mais importantes e respeitados profissionais da animação. Completou 100 anos em 2014 e, com problemas de locomoção, usava um andador.