PUBLICIDADE
Topo

Margot Robbie explica corte de cenas com o Coringa em "Esquadrão Suicida"

Do UOL, em São Paulo

10/08/2016 10h08

O público que foi ao cinema assistir "Esquadrão Suicida" esperando ver um dos vilões mais icônicos dos quadrinhos saiu decepcionado --o Coringa aparece uns 10 minutos em tela, quando muito.

O próprio Jared Leto afirmou que foi filmado muito mais material com o vilão, mas as cenas acabaram sendo cortadas.

Agora Margot Robbie --que interpreta Arlequina, a alma-gêmea do Palhaço-- resolveu explicar por que as cenas ficaram de fora.

"Eles provavelmente perceberam que o fio condutor emocional da história tinha que ser a missão que nós tínhamos, e explicar a posição da Magia e todas essas coisas", contou a atriz australiana no talk-show online Tipsy Talk.

"E as coisas sobre o passado [da Arlequina e do Coringa], apesar de serem mágicas e algumas das coisas que filmamos serem insanas, são flashbacks... Então, tem muita coisa, mas simplesmente não fazia sentido confundir a trama do presente para incluir isso".

No longa, que estreou no Brasil na última quinta-feira (4), Amanda Waller (Viola Davis), uma alta funcionária do governo americano, reúne um grupo de supervilões para proteger a América depois da morte do Superman --entre eles, Pistoleiro (Will Smith), um matador de aluguel infalível, mas também um pai amoroso; Arlequina (Margot Robbie), a insana cara-metade do Coringa; El Diablo (Jay Hernandez), um chefe de gangue piromaníaco e com crise de consciência; e Magia (Cara Delevingne), o espírito de uma bruxa milenar que possuiu o corpo de uma arqueóloga. Mas Magia sai do controle e o grupo tem que superar sua vilania para salvar Midway City e sua própria pele.

Quando questionada sobre a possibilidade da relação Arlequina-Coringa ser explorada em outro filme, Robbie não exclui essa possibilidade.

"Estou tentando fazer isso acontecer", disse ela sobre um possível spin-off com a vilã. "Há tantas outras coisas a explorar".

Em maio, a Entertainment Weekly já havia noticiado que a DC e a Warner estão considerando um filme com Arlequina e outras vilãs e heroínas da DC. Se depender do sucesso de "Esquadrão Suicida" nas bilheterias, com bilheteria de quase US$ 270 milhões em todo mundo apenas no fim de semana de estreia, já dá para ficar otimista. Dedos cruzados!