Topo

Filmes e séries

"Aquarius", com Sonia Braga, bate 100 mil espectadores em uma semana

Do UOL, em São Paulo

09/09/2016 11h42

"Aquarius", de Kleber Mendonça Filho, já fez 100 mil espectadores em uma semana de exibição no Brasil. Os dados foram fornecidos pela empresa Rentrak.

Em outubro o filme estrelado por Sonia Braga estreia nos Estados Unidos e participará de festivais na Europa, como Suíça, Suécia, Áustria e Espanha.

Que filme deveria representar o Brasil na disputa por uma indicação ao Oscar 2017?

Enquete encerrada

Total de 11609 votos
7,40%
0,07%
0,85%
0,09%
0,69%
51,62%
0,18%
0,03%
0,68%
0,51%
4,09%
1,40%
28,98%
0,81%
0,71%
0,19%
1,72%
Total de 11609 votos

O longa está na disputa para ser o representante brasileiro na briga por uma vaga entre os indicados ao Oscar 2017. Concorrem ainda filmes de gêneros diversos, como o drama "A Despedida", de Marcelo Galvão, o documentário "Menino 23: Infâncias Perdidas no Brasil", de José Belisario Cabo Penna Franca, a comédia "Uma Loucura de Mulher", de Marcus Ligocki, e a cinebiografia do lutador de MMA José Aldo, "Mais Forte que o Mundo".

"Aquarius" vem chamando a atenção desde maio, quando no tapete vermelho do Festival de Cannes o diretor e seu elenco levantaram cartazes que denunciavam "um golpe de Estado" no Brasil.

O longa-metragem estreou no Brasil no dia 1º de setembro, exatamente um dia depois do impeachment e se transformou em um símbolo do descontentamento da esquerda intelectual, que tem lotado as salas de cinema e acompanha as projeções com aplausos e gritos de "Fora Temer!".

Sônia Braga encarna a Clara, uma jornalista aposentada que se nega a abandonar seu apartamento em frente à praia em Recife, apesar das pressões de uma construtora que quer substituir seu edifício por um complexo imobiliário de luxo.

Outra polêmica foi classificar o filme para maiores de 18 anos. Dias depois, o Departamentod de Políticas de Justiça voltou atrás e alterou para 16 anos. 

Ao UOL, a protagonista do filme, Sonia Braga, afirmou recentemente que a classificação 18 anos soava como uma proibição. “Quando você classifica um filme 16 anos, se os pais acham que os filhos podem assistir, eles [adolescentes] podem ver, até com menos idade, desde que na companhia dos pais. Mas 18 anos é proibir o filme! Gente, hoje uma pessoa de 16 anos tem uma grande capacidade, já pode votar, escolher quem vai ser o dirigente de um país, nos Estados Unidos também pode dirigir”.

Trailer de "Aquarius", de Kléber Mendonça Filho

UOL Entretenimento

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!