Topo

Filmes e séries

Mostra terá filmes que marcaram seus 40 anos e trilha ao vivo no Ibirapuera

Divulgação
O pôster da 40ª Mostra, do diretor italiano Marco Bellocchio Imagem: Divulgação

Amauri Arrais

Do UOL, em São Paulo

30/09/2016 12h54

O cineasta Hector Babenco, morto este ano, e os poloneses Andrzej Wajda e Krzysztof Kieslowski  serão alguns dos diretores lembrados nos 40 anos na Mostra Internacional de Cinema de São Paulo, que vai de 20 de outubro a 2 de novembro. 

Morto em julho após uma parada cardíaca, o argentino naturalizado brasileiro Babenco terá seu segundo longa, “Lúcio Flávio, o Passageiro da Agonia”, de 1977, exibido em cópia restaurada. A história do bandido que ganhou notoriedade nos anos 1970 pelos roubos e fugas espetaculares foi o primeiro filme a ganhar a Mostra pelo voto popular, na sua primeira edição.

O festival também trará uma retrospectiva da obra do polonês Andrzej Wajda, diretor de um cinema com forte teor político que, aos 90 anos, já é dono de um Oscar e um Leão de Ouro honorários.

Outro polonês, Krzysztof Kieslowski, terá seu “Decálogo”, série de dez telefilmes inspirados nos pecados capitais, exibidos em uma maratona. Lançados em 1989, os filmes foram projetados pela primeira vez no Brasil também na Mostra, que apresentou a obra de Kieslowski, autor da famosa trilogia das cores (“A Liberdade É Azul”, “A Igualdade é Branca” e “A Fraternidade é Vermelha”) ao público brasileiro.

Masterclass

Principal homenageado da edição, o italiano Marco Bellocchio, 76, ganhará uma retrospectiva com dez de seus principais títulos, além de receber o prêmio Leon Cakoff. “Belos Sonhos”, seu último filme, será exibido na sessão de abertura do evento. Autor do cartaz da Mostra, inspirado em outro de seus filmes, “Bom Dia, Noite” (2003), o italiano também deve ministrar uma masterclass em São Paulo.

Veja o trailer de "Elle", de Paul Verhoeven

Entre os destaques da Perspectiva Internacional, há títulos como o escolhido pela França para concorrer ao Oscar “Elle”, com Isabelle Huppert; “Animais Noturnos”, novo filme de Tom Ford, e “Sr. Pig”, road movie dirigido pelo ator mexicano Diego Luna com o veterano Danny Glover. 

Diretor do suspense “Elle”, que narra a história de uma empresária que busca se vingar de um homem mascarado que a estuprou, o holandês Paul Verhoeven terá outro título exibido durante o festival. “O Quarto Homem”, de 1983, que mostra um confuso triângulo amoroso entre um escritor alcoólatra e homossexual com uma mulher sedutora e seu amante foi também um dos filmes preferidos pelo público na 8ª edição do evento.

Encerramento

Diferente dos anos anteriores, nesta edição a premiação da Mostra ocorrerá na área externa do Auditório Ibirapuera. Após a entrega dos prêmios, “General” (1926), filme mudo do mestre do humor Buster Keaton, será exibido com trilha executada pela Sinfônica de Heliópolis sob a regência do maestro americano Robert Israel, autor da nova trilha sonora desta e de outras películas do gênero.