PUBLICIDADE
Topo

Entretenimento

Estúdio compra direitos de "O Alquimista", que enfim vai virar filme

Paulo Coelho participa de debate no Fórum Econômico Mundial, na Suíça, em 2015 - Laurent Gillieron/AP
Paulo Coelho participa de debate no Fórum Econômico Mundial, na Suíça, em 2015 Imagem: Laurent Gillieron/AP

Do UOL, em São Paulo

30/09/2016 16h08

Após anos de negociação, o livro "O Alquimista", do brasileiro Paulo Coelho, enfim vai virar filme. A informação foi publicada pelo site "Deadline".

Segundo a publicação, os direitos sobre a obra, lançada em 1988 e que vendeu mais de 65 milhões de exemplares no mundo todo, foram adquiridos pelo estúdio Tristar, que pertence à Sony, por US$ 6,5 milhões. O acordo foi selado recentemente com a The Weinstein Company, que detinha os direitos sobre a obra, no Festival de Toronto.

"Isso é coisa de um que vende [o direito do livro] para o outro e depois vende para outro. Uma coisa que eu nem sigo. Só sei que amanhã ele [o livro] vai estar completando oito anos na lista dos mais vendidos", disse Coelho, por telefone, ao UOL.

As filmagens do longa, que ainda não tem diretor, devem começar em 2017, com expectativa de lançamento em 2018. O favorito para ser o protagonista da trama é, até o momento, o ator Idris Elba ("Beasts of No Nation", "Prometheus"). 

Laurence Fishburne será o produtor. "Estou empolgado em tocar esse projeto depois de todos esses anos", disse Fishburne, que trará ao filme a produtora PalmStar, de Kevin Frakes. O último tratamento do roteiro foi escrito por John Fusco (que trabalhou em "Marco Polo").

"O Alquimista", de Paulo Coelho - Reprodução - Reprodução
"O Alquimista", de Paulo Coelho
Imagem: Reprodução

Em "O Alquimista", Coelho conta a história de um jovem pastor que, após um sonho, decide viajar da Espanha ao Egito para encontrar um tesouro enterrado junto às pirâmides.

Nessa busca, ele passa por uma mística experiência na qual grandes mistérios da história da humanidade começam a ser desvendados. Um dos grandes best-sellers das últimas décadas, o livro já foi traduzido para 56 idiomas.

Esta é a segunda vez que um livro de Paulo Coelho será adaptado para o cinema, depois de "Veronika Decide Morrer" (2009), dirigido por Emily Young e estreado por Sarah Michelle Gellar. O longa, no entanto, não teve participação do escritor.

Entretenimento