Topo

Entretenimento

Musa da pornochanchada, atriz Nadir Fernandes morre aos 78 anos

Divulgação/Cinemateca
Nadia Fernandes em cena de "Snuff - Vítimas do Prazer" Imagem: Divulgação/Cinemateca

Do UOL, em São Paulo

09/11/2016 13h55

A atriz e modelo Nadir Fernandes morreu na segunda-feira (7), aos 78 anos, em São Paulo. Segundo seu filho, André Jurado, Nadir teve um problema no coração. "Ela perdeu a pulsação, ficou em coma induzido por 5 dias e houve falência de órgãos". 

O corpo de Nadir foi cremado na terça-feira (8), na capital paulista, onde iniciou sua carreira de modelo aos 15 anos e se tornou, anos mais tarde, a musa da pornochanchada.

Com prêmios em concurso de beleza, não demorou para Nadir pular das capas de revistas e propagandas para a tela grande, com participações em clássicos do cinema brasileiro, como “São Paulo, Sociedade Anônima” (1965) e “O Anjo Assassino” (1967).

Mas foi através do movimento pornochanchada, nos anos 1970, que Nadir se tornou um verdadeiro símbolo sexual, com atuações em épicos eróticos, como “Os Garotos Virgens de Ipanema” (1973). “Adultério – As Regras do Jogo” (1975) e “Snuff - Vítimas do Prazer” (1977).

Na televisão, esteve em novelas como “As Pupilas do Senhor Reitor” (1970), “Rosa dos Ventos” (1973) e “Pecado Capital” (1975).

Nadir, no entanto, se afastou dos trabalhos no cinema e na televisão em 1978, após se casar com o empresário do cinema Francisco José Luccas Netto.

Mais Entretenimento