Topo

Filmes e séries

Menino ou menina? Ator de 11 anos pode concorrer prêmio nas duas categorias

Divulgação
O artista Ameko Eks Mass Carroll no filme "Limina" Imagem: Divulgação

Do UOL, em São Paulo

27/01/2017 17h23

Ameko Eks Mass Carroll, uma criança de 11 anos, está fazendo história em um prêmio de cinema no Canadá. De "gênero indefinido", o artista de Vancouver é o primeiro candidato em potencial para ser indicado tanto na categoria de melhor ator quanto de melhor atriz no Leo Awards por sua atuação no curta-metragem "Limina".

Divulgação
A criança artista Ameko Eks Mass Carroll Imagem: Divulgação

No filme, a criança se identifica como uma pessoa de "gênero-fluido" e é chamada de Alessandra. No enredo, ela viaja para uma pequena cidade em busca de autoconhecimento e muda a vida das pessoas ao seu redor. 

A decisão de permitir que a criança pudesse concorrer tanto como homem quanto como mulher foi tomada pela Academia de Artes e Ciências Cinematográficas da Columbia Britânica, no Canadá, responsável por organizar a premiação. 

"Estamos orgulhosos de nos juntarmos a nossos colegas da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas ao reconhecer a importância da inclusão para honrar a excelência artística", disse em comunicado Walter Daroshin, presidente da Fundação de Artes e Ciências Cinematográficas da Colúmbia Britânica e presidente do Leo Awards.

No gênero-fluido, a pessoa não define se é homem, mulher ou mesmo andrógino. Carroll, que nasceu com o sexo masculino, às vezes se identifica como menina e às vezes prefere não ser nem menino nem menina. 

Carroll já atuou nos filmes "Spooky Buddies: A Casa Mal-Assombrada" (2011) e em "O Melhor Amigo do Papai Noel" (2010).