PUBLICIDADE
Topo

Diretor Zack Snyder deixa filme "Liga da Justiça" após tragédia familiar

Ben Affleck e o diretor Zack Snyder no set de "Batman vs Superman: A Origem da Justiça" - Divulgação
Ben Affleck e o diretor Zack Snyder no set de "Batman vs Superman: A Origem da Justiça" Imagem: Divulgação

Do UOL, em São Paulo

22/05/2017 19h14

O diretor Zack Snyder não está mais trabalhando no filme "Liga da Justiça", que estreia em 16 de novembro no Brasil. Joss Whedon assume o posto no lugar do diretor de "Batman vs Superman: A Origem da Justiça" e "Homem de Aço" depois da morte da filha de Snyder, Autumn, que se suicidou em março, aos 20 anos. Autumn Snyder era fruto do primeiro casamento de Zack.

O próprio cineasta anunciou seu afastamento em entrevista ao The Hollywood Reporter. "Decidi dar um passo atrás e deixar a produção para me dedicar à minha família e aos meus filhos, que realmente precisam de mim", declarou. Deborah Snyder, mulher do diretor e produtora de "Liga da Justiça", também vai se afastar do projeto. 

Joss Whedon assume "Liga da Justiça" daqui em diante. O diretor de "Os Vingadores" e "Vingadores: Era de Ultron" vai comandar a gravação de algumas cenas adicionais na Inglaterra e a pós-produção do filme que conta com Ben Affleck, Gal Gadot, Jason Momoa, Amy Adams, Henry Cavill, Jesse Eisenberg e Ezra Miller no elenco.

Além de "Liga da Justiça", Snyder, um dos principais cérebros por trás dos filmes de super-heróis da DC Comics e do estúdio Warner Bros., já estava escalado para dirigir a sequência de "Liga da Justiça" e para produzir outros títulos ainda inéditos como "Aquaman", "Esquadrão Suicida 2" e "The Flash". O diretor não chegou a falar sobre estes projetos futuros.

Morte foi mantida em segredo

Zack Snyder e Deborah Snyder - Jamie McCarthy/Getty Images - Jamie McCarthy/Getty Images
O diretor Zack Snyder e sua mulher, a produtora Deborah Snyder na pré-estreia de "Batman vs Superman" em NY
Imagem: Jamie McCarthy/Getty Images

Apesar de a tragédia familiar ter ocorrido há cerca de 2 meses, a substituição do diretor só foi divulgada nesta segunda-feira (22). A morte da filha de Snyder foi mantida em segredo mesmo com as filmagens atrasando em duas semanas para que o diretor pudesse se recuperar do choque. 

O diretor contou que inicialmente pretendia continuar trabalhando como uma forma de superar a morte da filha, mas que percebeu nos últimos dois meses que estava com dificuldades de continuar com o trabalho. "É um momento muito difícil para a minha família e muito difícil para mim", declarou o diretor em uma entrevista em seu escritório na Warner Bros. junto de sua mulher, Deborah.

Zack contou ainda que o estúdio sugeriu adiar o lançamento de "Liga da Justiça", mas que tanto ele quanto Deborah não concordaram. Sendo assim, Whedon entrou no projeto a convite do próprio Snyder, que pediu que ele escrevesse as cenas que faltavam ser gravadas na Inglaterra. A decisão de parar veio quando ele se deu conta que não era o momento de deixar a família e viajar para as gravações.

Assunto privado

"A verdade é que eu não queria tornar isso público. Eu pensava que era algo restrito ao meu círculo familiar, um assunto privado, e que tínhamos que lidar com a nossa dor. Quando ficou óbvio que eu precisava de um tempo, eu sabia que acabariam surgindo várias teorias pela internet. É o que sempre acontece. Não me importo com esse tipo de coisa agora", declarou o diretor sobre a demora em comunicar a tragédia.

"Sei que os fãs agora vão ficar preocupados com o filme, mas eu tenho outras sete crianças que precisam de mim", disse Zack, se referindo aos filhos do casal e enteados. "Afinal, é apenas um filme. É um filme maravilhoso, mas é apenas um filme."