Topo

Filmes e séries

Sessão de "Mulher-Maravilha" só para mulheres causa polêmica nos EUA

Do UOL, em São Paulo

26/05/2017 12h44

Em algumas horas um cinema em Austin, no Texas, vendeu todos os ingressos de uma sessão de "Mulher-Maravilha" exclusiva para mulheres e pessoas que se reconhecem como mulheres. Muitos homens, no entanto, se sentiram excluídos: "É sexismo reverso", escreveu um na página do Facebook do cinema. No Brasil, o filme estreia no 1º de junho. 

"Desculpe, cavalheiros, mas estamos abraçando nosso poder feminino e dizendo que 'caras não são permitidos'", dizia o convite. Marcada para o dia 6 de junho, o cinema ainda anunciou que todos as funcionárias presentes serão mulheres: projecionistas e todo o staff do cinema. Com o sucesso na venda de ingressos, o cinema anunciou uma segunda exibição nesse formato.

A iniciativa foi elogiada por mulheres e homens, mas alguns homens se sentiram excluídos e discriminados. "Eu sou a favor da igualdade e ter uma exibição específica não é inclusivo. Não estou dizendo que foi intencional, mas foi errado", escreveu outro fã.

A página oficial do cinema decidiu responder a alguns desses comentários de ódio, atraindo uma onda de comentários a favor e contra a iniciativa. "Esta é uma celebração de um personagem que significou muito para as mulheres desde os anos 1940".

Dirigido por uma mulher, "Mulher-Maravilha" é o primeiro filme de quadrinhos a ser protagonizado por uma mulher em mais de uma década e certamente o primeiro blockbuster com essas características.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!