Topo

Filmes e séries

China censura beijo gay de Michael Fassbender em "Alien: Covenant"

Divulgação
Michael Fassbender em cena do filme "Alien: Covenant" Imagem: Divulgação

Do UOL, em São Paulo

18/06/2017 12h27

Depois de "Resident Evil" e "Logan", chegou a vez de "Alien: Covenant" ter cenas proibidas nos cinemas da China. Segundo o site da revista "Hollywood Reporter", foi cortado do filme, que estreou na sexta-feira no país, um beijo entre os cyborgs Walter e David, ambos interpretados por Michael Fassbender.

No total, "Alien" estreou por lá com seis minutos a menos do que o formato original. Além do beijo, também foram cortadas cenas em que envolviam sangue. A razão é a mesma apresentada na ocasião da remoção de 14 minutos de "Logan" e de oito minutos de "Resident Evil": material ofensivo e violência gráfica.

"Alien: Covenant", sequência de "Prometheus", é o primeiro filme de uma nova trilogia, que pretende introduzir a história de origem das criaturas. Dirigido e escrito por Ridley Scott, diretor do "Alien" original, o filme estreou em maio no Brasil.

A posição da China sobre conteúdo gay foi inconsistente ao longo dos anos. O filme "Brokeback Mountain", por exemplo, teve seu lançamento negado por lá, apesar de o diretor Ang Lee ser uma estrela  no país. O conteúdo com temas homossexuais também foi rotineiramente bloqueado na televisão e nos serviços de streaming de vídeo.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!