Filmes e séries

Ator explica por que é bom não entender "American Gods": "Era a intenção"

Diuvlgação/AmazonPrime
Shadow Moon aparece ao lado da deusa Easter e do Mr. Wednesday em cena do episódio final da 1ª temporada de "American Gods" Imagem: Diuvlgação/AmazonPrime

Natália Guaratto

Do UOL, em São Paulo

19/06/2017 04h00

A primeira temporada de "American Gods" chega ao fim nesta segunda-feira (19) com a promessa de dar explicações aos espectadores. Disponível no Brasil pela Amazon Prime, a adaptação do premiado romance para a TV deixou aqueles que não estavam familiarizados com o universo de Neil Gaiman tão confusos quanto o protagonista Shadow Moon.

Liberado da prisão e empregado misteriosamente por um antigo Deus da mitologia nórdica, Moon é interpretado pelo britânico Ricky Whittle. Em entrevista ao UOL, o ator compara "American Gods" a uma carona. "Você tem que embarcar a apreciar. Shadow não sabe o que está acontecendo, mas se ele descobre alguma coisa, você também descobre".

Whittle defende a complexidade da narrativa, mas admite que é preciso ter paciência para apreciar a história. "A única crítica que eu ouvi sobre a série é que as pessoas ficam confusas, mas a intenção era essa. A série foi desenhada para isso, assim como Neil Gaiman desenhou o livro para isso", explica o ator.

"Infelizmente, o mundo está muito impaciente e não se sente confortável quando está confuso, mas essa sempre foi a intenção, então as pessoas definitivamente devem assistir porque não é uma série convencional, não é uma série de crime do horário nobre, onde você tem um problema, e aí ele é resolvido, e aí no próximo episódio você tem outro problema e ele também já é resolvido", completa.

Último episódio vai deixar fãs frustrados

Divulgação
Cena da série "American Gods" com o personagem Shadow Moon capturado pelo Technical Boy Imagem: Divulgação
A pergunta que não quer calar é: teremos respostas no último episódio? "Sim e não", desconversa Whittle."Tem um grande cliffhanger que vai deixar os fãs frustrados e muito curiosos para saber o que acontece depois. E vamos ter que esperar até a segunda temporada", adianta.

No encerramento de seu primeiro ano, "American Gods" vai reunir Laura (Emily Browning) e Mad Sweeney (Pablo Schreiber) com Shadow Moon e Mr. Wednesday (Ian McShane).

"Mr. Wednesday tem um segredo e ele finalmente tem algo a dizer para o Shadow Moon. Há muito o que ser revisitado no final e vai deixar todos de queixo caído", garante Whittle.

Um homem sério rodeado de deuses

Escolhido entre 1.200 atores para interpretar Shadow Moon, Ricky Whittle não conhecia "American Gods" até que seu nome começou a ser citado nas redes sociais depois que o canal Starz começou uma campanha para que os fãs da obra de Neil Gaiman indicassem nomes para protagonizarem a série. Se não fosse pelos fãs eu nem estaria aqui", diz Whittle.

Para ele, a parte mais difícil de interpretar Moon é o fato de ser "um homem sério rodeado por personagens clássicos", ou seja, um homem comum cercado por deuses. "Tive que resistir a ser engraçado ou competir com esses personagens", diz ele lamentando o fato do roteiro ter muitas piadas, mas ele não poder fazê-las. "Na pele do Shadow Moon eu tive que permitir que os outros fizessem as piadas porque neste momento ele está machucado e perdido e não sabe o que está acontecendo", diz.

E se não fosse Shadow Moon, qual deus Whittle gostaria de interpretar na série? "Gosto de vários e por razões diferentes. O cômico Mad Sweeney que é interpretado por Pablo Schreiber é hilário. O poderoso Orlando Jones é incrível como Mr. Nancy. Não temos nenhuma cena, mas ele tem aqueles discurso muito poderoso sobre ser um homem negro nos Estados Unidos. E o episódio final da temporada tem a Kristen Chenoweth, a deusa Easter (Páscoa), que é o meu feriado favorito, por causa do chocolate", conclui.

Exibida originalmente pelo canal Starz, "American Gods" chega ao Amazon Prime um dia depois da exibição nos Estados Unidos. A série já está renovada para uma segunda temporada. 

 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

EFE
do UOL
UOL Jogos
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Colunas - Flavio Ricco
do UOL
do UOL
UOL Entretenimento
Cinema
do UOL
do UOL
Roberto Sadovski
UOL Entretenimento
do UOL
UOL Jogos
Cinema
EFE
do UOL
UOL Cinema - Imagens
do UOL
UOL Entretenimento
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Reuters
EFE
Da Redação
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
EFE
do UOL
UOL Cinema - Imagens
do UOL
Topo