Topo

Filmes e séries

Dublador clássico defende nova voz do filme "Pica-Pau": "Difícil é fazer"

Rodolfo Vicentini

Do UOL, em São Paulo

22/06/2017 15h05

O primeiro trailer do filme "Pica-Pau" não agradou a todos, principalmente pelas estranhas dublagens tanto do protagonista quanto da atriz brasileira Thaila Ayala. Diversos fãs criticaram a nova voz da ave mais querida dos desenhos e já trataram de decretar que a produção não terá a qualidade da animação.

Garcia Júnior, a voz do Pica-Pau na década de 1970, foi sincero. "Não teria como eu fazer [a voz] hoje. Criticar outra pessoa é uma coisa muito delicada. Criticar de fora é fácil, difícil é estar lá e fazer", opinou Garcia ao UOL."Na época que eu comecei, também fui criticado, não tinha experiência nenhuma."

Reprodução
O dublador Garcia Júnior Imagem: Reprodução

O dublador tinha apenas dez anos quanto interpretou o personagem pela primeira vez e, desde então, nunca parou com a voz. Garcia viveu o poderoso He-Man, resolveu situações inimagináveis como MacGyver, brincou com Timão e Pumba como o leão Simbad e salvou o mundo como o Exterminador do Futuro.

"Tudo é questão de costume. Eu também não fui a primeira voz do Pica-Pau, foi o Olney Cazarré, que para mim é a melhor versão. As pessoas ficam apegadas ao passado, e hoje elas se atentam a alguns detalhes para criar polêmica", acrescentou.

"Se existisse rede social em 1977, eu seria aceito? Eu desejo boa sorte a quem fez e que o filme tenha o melhor caminho possível. Espero que as pessoas fiquem menos preocupadas em criar polêmica e pensem em se divertir mais."

Dirigido por Alex Zamm ("Inspetor Bugiganga 2"), o "live action" de "Pica-Pau" chega aos cinemas brasileiros no dia 5 de outubro.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!