PUBLICIDADE
Topo

Não seja um deles: 9 tipos de espectador que nos tiram do sério no cinema

O que te dá mais raiva no cinema? - Reprodução
O que te dá mais raiva no cinema? Imagem: Reprodução

Do UOL, em São Paulo

14/07/2017 04h00

Mesmo em tempos de crise, o cinema nunca deixou de ser uma das opções de entretenimento favoritas do brasileiro. O problema é quando chegam certos tipos que parecem não enxergar ninguém à volta. Aí a diversão acaba virando amolação.

Está pensando em ir ao cinema neste fim de semana? Então saiba de antemão os mais chatos tipos de espectador com quem você fatalmente irá trombar. Na dúvida, não seja outra mala sem alça: respire fundo e tente apenas trocar de lugar.

Conversa no cinema - Reprodução - Reprodução
Imagem: Reprodução

Aquele que fala durante o filme

Ele é falante e gosta de se expressar, mesmo quando não é a hora nem momento. Comenta as cenas, analisa os personagens, faz perguntas que o próprio filme tratará de explicar em seguida. Costuma mandar sempre manda um "não falei?!" quando o segredo da história começa a ser desvelado. Quer irritá-lo? Ignore-o.

Silêncio no cinema - Reprodução - Reprodução
Imagem: Reprodução

Aquele que pede silêncio

Este só existe porque existe o primeiro exemplo. Mas, não se engane, ele consegue ser tão chato quanto o colega falastrão --às vezes até mais. As táticas de intimidação geralmente envolvem o clássico sinal de "shhhh", indiretas em voz alta, ameaças de chamar o segurança e, em um último caso, até agressões físicas com copos e pipoca arremessados.

De pé no cinema - Reprodução - Reprodução
Imagem: Reprodução

Aquele que levanta o tempo todo

Ih, deu vontade de ir ao banheiro! Ih, a pipoca acabou! Ih, estão me ligando! Ih, esqueci o casaco no carro! Ih, essa bala não é a que eu gosto! Tudo, absolutamente tudo é motivo para este sujeito levantar, pensar no que fará por alguns instantes e lutar contra uma trincheira de pernas, além de ficar passando em frente à tela. E ele repete todo esse procedimento quando retorna ao assento. Não seja esta pessoa.

Pipoca no cinema - Beau Lark/Corbis - Beau Lark/Corbis
Imagem: Beau Lark/Corbis

Aquele que mastiga pipoca ruidosamente

Há filmes --especialmente blockbusters, com suas explosões e trilhas estridentes-- que camuflam este ser, dono de uma habilidade aparentemente não humana de fazer barulho enquanto mastiga pipoca ou abre o pacote. Mas vá assistir a um filme de trama introspectiva, com cenas mais silenciosas, para ver se o vaivém de mandíbula não te fará ter terríveis pesadelos.

Comida no cinema - Reprodução - Reprodução
Imagem: Reprodução

Aquele que leva comida

Cinema é lugar de comida? Não. Para isso, há as lanchonetes e as praças de alimentação. Mesmo assim, este sujeito não está nem aí. Trazer um salgadinho do supermercado para não ter de pagar o preço a pipoca "salgada" do cinema é até aceitável. Mas tem gente que abusa e chega até a levar o combo completo do fast-food, com sanduíche, batata-frita e até sorvete. O fedor contamina o ambiente.

Celular no cinema: não faça isso - Getty Images - Getty Images
Imagem: Getty Images

Aquele que não desliga o celular

Tem gente que é assim: não consegue desligar o telefone por nada, nem na hora de fazer sexo. No cinema, não seria diferente. É muito comum notar vários pontos luminosos tomando conta da sala no meio do filme, incomodando e desviando nossa atenção. Se fosse só conferir as horas, tudo bem, mas tem gente que responde WhatsApp, checa Facebook, vê mail, abre vídeo da Kéfera...

Folgados no cinema - Reprodução - Reprodução
Imagem: Reprodução

Aquele folgado sem noção de espaço

Já passou pela "agradável" experiência de ser chutado pelas costas por um(a) sem noção? Já colocaram o pé sobre o encosto do assento e não o tiraram dali mesmo após você sentar? E os que fazem questão de colocar os braços nos dois descansos, sem imaginar que o amiguinho do lado gostaria de usar pelo menos um deles? Ficou com raiva só de ler? É o elefante no cinema.

Risadas no cinema - Reprodução - Reprodução
Imagem: Reprodução

Aquele que ri de tudo

É natural rir em momentos engraçados de filmes de comédia, mas certos indivíduos dão a impressão de que estão no cinema única e exclusivamente para soltar as mais intensas gargalhadas, mesmo quando a cena em questão não tem nada de cômica. É o tipo que acha graça de tudo: do vilão que se atrapalha ao mocinho que gagueja, passando pelo coadjuvante que conta um caso esquisito. Acredite, alguns riem até em histórias dramáticas e/ou violentas. 

Beijando no cinema - Reprodução - Reprodução
Imagem: Reprodução

Aquele que fica de pegação

Sem puritanismo ou caretice aqui. Não importa a orientação sexual: não há mal nenhum em manifestar carinho em público. Mas alguns parecem que estão na sala de casa ou no quarto. É um agarra para cá, uma cabeça para lá, um pé subindo, um refrigerante derramando. Às vezes dá para ouvir até uns gemidinhos, e você lá, impassível, querendo só que a porcaria do filme termine.