Filmes e séries

Volta de "Game of Thrones" tem ponta de Ed Sheeran e chegada esperada

Beatriz Amendola

Do UOL, em São Paulo

17/07/2017 00h42

ATENÇÃO: O texto abaixo contém spoilers da estreia da sétima temporada de "Game of Thrones". Não leia se você não quer saber o que acontece

As mortes que “Game of Thrones” acumulou ao longo do tempo podem ter doído nos fãs, mas tiveram um efeito benéfico refletido na estreia da sétima temporada da série, neste domingo (16). Sem tramas paralelas, todos os principais personagens da série ganharam espaço no episódio, unidos por um objetivo em comum: se preparar para as grandes guerras da série —tanto a pelo Trono de Ferro como a contra o exército liderado pelos White Walkers.

O episódio, que não trouxe grandes surpresas, deixou para o final a esperada chegada de Daenerys Targaryen a Westeros. Depois de temporadas e temporadas em Essos, a Mãe dos Dragões finalmente desembarcou na Pedra do Dragão, que foi o lar de sua família no passado. Sua aparição não foi de muitas palavras, mas a única frase dita por ela —“vamos começar?”— já foi suficiente para dar um gosto de quero mais aos fãs.

Reprodução
Ed Sheeran em cena da sétima temporada de "Game of Thrones" Imagem: Reprodução

Um momento tão ou até mais empolgante veio antes dos créditos de abertura da série. Em uma cena catártica, Arya vingou o Casamento Vermelho, evento no qual morreram sua mãe, Catelyn, e seu irmão, Robb, assumindo o rosto do falecido Walder Frey e matando o que restou da família dele com um vinho envenenado. "Se deixar um lobo vivo, as ovelhas nunca estarão seguras", disse ela. O Norte se lembra.

Concluída sua missão, a jovem Stark encontrou Ed Sheeran em seu caminho. O cantor do hit “Shape of You” virou um soldado Lannister com dotes musicais e cantou em cena. Ao ter a música elogiada pela garota, respondeu: “Essa é nova”. 

Junto dele, estavam outros soldados, aos quais Arya se juntou para uma refeição. Ela disse a eles que se dirigia a Porto Real com a intenção de matar a rainha Cersei – o que causou desconforto, mas foi eventualmente encarado como piada pelo grupo. Uma novidade também para os espectadores, que até então apostavam que ela seguiria direto para sua terra natal.

Cersei, aliás, não está em bons lençóis. Cercada por inimigos, ela resolveu dar uma chance a uma aliança com Euron Greyjoy —cujos sobrinhos Yara e Theon estão ao lado de Daenerys. O novo vilão da série compareceu diante dela para oferecer sua frota naval em troca de um casamento e, ao ouvir que ainda não tinha a confiança da rainha, se propôs a retornar com algo valioso para ela, o que com certeza significa problemas para a Mãe dos Dragões e seus companheiros.

À parte dos problemas oficiais, Cersei também não vive seus melhores dias com o irmão e amante Jaime. Em um ótimo diálogo, ele expressou sua preocupação com o pouco apoio que os Lannisters têm e lembrou que os dois não falaram sobre a morte do filho Tommem, que se suicidou no último episódio da sexta temporada após a explosão do Septo de Baelor, encomendada pela mãe.

No Norte

Reprodução/HBO
Sansa e Jon Snow já se estranharam Imagem: Reprodução/HBO

Em Winterfell, a prometida tensão entre Sansa e Jon Snow, o atual Rei do Norte, deu seus primeiros sinais quando ela contestou publicamente uma decisão do irmão. Em uma discussão posterior, Sansa disse que ele levava jeito para governar, mas deveria ouvir mais os outros —e acabou ouvindo uma resposta atravessada de Snow. A julgar pelo diálogo, o embate entre os dois deve ganhar força nos próximos episódios. Jon tem experiência no campo de batalha, mas têm um idealismo que beira a ingenuidade, enquanto Sansa já está inteirada dos meandros políticos dos Sete Reinos. 

Mais tarde, foi a vez de a ruiva dar um fora em Petyr Baelish, o Mindinho. Ao perguntar o que iria fazê-la feliz, o lorde conhecido por suas intrigas ouviu como resposta “paz e silêncio” e foi dispensado por ela.

Ainda em Winterfell, a jovem Lady Lyanna roubou a cena com um discurso forte em uma discussão sobre a necessidade de treinar também as mulheres para a guerra contra os mortos, levantada por Jon.

Os mortos

O episódio de estreia ainda deu um breve vislumbre da grande ameaça aos Sete Reinos. Liderados pelo Rei da Noite, os White Walkers e um grande contingente de mortos-vivos (que, sim, incluía até gigantes) apareceram marchando em meio a neve, ameaçadores.

E Sam, isolado na Cidadela, descobriu o que pode ser o início do fim das criaturas assustadoras: em Pedra do Dragão há uma grande reserva de vidro de dragão, uma das poucas substâncias que realmente mata os White Walkers. Ele enviou ao Norte um corvo com a notícia, preparando o terreno para o que virá a ser o primeiro encontro entre Daenerys e Jon Snow. 

Já o Cão, em sua jornada rumo ao Norte como Thoros de Myr e Beric Dondarrion, tem uma visão sobre um ponto fraco da Muralha, próximo ao mar, vulnerável ao exército dos mortos —o que possivelmente o fará ter mais fé na missão à qual se juntou ao fim da sexta temporada.

Por falar em Muralha, Bran finalmente conseguiu cruzá-la para retornar aos Sete Reinos, ao lado de Meera, e foi recebido pela Patrulha da Noite. Será que uma reunião Stark acontecerá em breve?

Outros destaques

  • Jorah, sofrendo de escamagris, foi parar na Cidadela. Ele deu um susto em Sam (e no público) ao colocar o braço para fora de sua cela e perguntar se Daenerys já havia desembarcado nos Sete Reinos. Não foi dado nenhum detalhe sobre como ele foi parar lá, mas a aposta mais segura é que ele esteja passando por um tratamento. 
  • Ainda na Cidadela, fomos apresentados ao arquimeistre interpretado pelo veterano Jim Broadbent, com quem Sam realiza um desagradável trabalho que envolve pesar órgãos humanos. 
  • Em Winterfell, um momento que agradou a quem torce por um casal formado por Tormund e Brienne: enquanto treinava Podrick, a cavaleira se atrapalhou ao notar a presença do selvagem. Para disfarçar, ela jogou no chão o escudeiro, que ouviu de Tormund que era "um homem de sorte". 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário do UOL. É grátis!

do UOL
do UOL
Roberto Sadovski
do UOL
Da Redação
do UOL
Reuters
Chico Barney
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Moda
do UOL
do UOL
Da Redação
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
UOL Cinema - Imagens
do UOL
EFE
AFP
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
UOL Cinema - Imagens
Cinema
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
EFE
do UOL
Cinema
Colunas - Flavio Ricco
do UOL
UOL Cinema - Imagens
do UOL
AFP
AFP
do UOL
Roberto Sadovski
do UOL
do UOL
Topo