Topo

Filmes e séries

Depois de 40 anos, Villagrán aposenta Quico: "Deus perdoa, o tempo não"

Paulo Pacheco

Do UOL, em São Paulo

10/10/2017 04h00

Estrela internacional de "Como se Tornar o Pior Aluno da Escola", que estreia nesta quinta-feira (12), Carlos Villagrán gostou de ter sido convidado por Danilo Gentili para trabalhar pela primeira vez como ator no Brasil e sem interpretar seu personagem mais famoso: Quico (rebatizado para Kiko após briga judicial com Roberto Gómez Bolaños, criador de "Chaves").

No longa, dirigido por Fabricio Bittar e baseado no livro homônimo de Gentili, o astro mexicano interpreta o diretor de escola Ademar Frederico Melquior (o sobrenome é uma das referências de "Chaves" no filme) e fala em "portunhol" bem carregado.

Ao UOL, Villagrán falou da emoção ao dar vida a outro personagem após mais de 40 anos como Quico, papel do qual ele anunciou a aposentadoria: "Deus perdoa, o tempo não".

O ator mexicano também admitiu a dificuldade de aprender português, comemora a amizade com o craque Neymar e revela seus planos para o futuro profissional. Ele sonha entrevistar jogadores de futebol em um talk show de cara limpa e atuando como o garoto bochechudo da vila de "Chaves".