PUBLICIDADE
Topo

Pior que GoT? Espectadores reclamam de violência em série com Kit Harington

Kit Harington em cena da minissérie da BBC "Gunpowder" - Reprodução/BBC
Kit Harington em cena da minissérie da BBC "Gunpowder" Imagem: Reprodução/BBC

Do UOL, em São Paulo

23/10/2017 16h19

O novo trabalho de Kit Harington, o Jon Snow de “Game of Thrones”, está causando controvérsia no Reino Unido. Espectadores reclamaram das cenas gráficas de violência da minissérie “Gunpowder”, que estreou por lá no último sábado (22).

A produção da BBC retrata a história real da Conspiração da Pólvora, um plano para explodir o Parlamento inglês e matar o rei James VI, que perseguia brutalmente os católicos. Harington interpreta o líder da revolta, Robert Catesby.

Logo na estreia, cenas mostraram um jovem padre ser enforcado e esquartejado e uma mulher sendo despida antes de morrer esmagada, o que provocou uma enxurrada de reclamações nas redes sociais.

Minissérie "Gunpowder", da BBC, retrata perseguição contra católicos no Reino Unido - Divulgação - Divulgação
Minissérie "Gunpowder", da BBC, retrata perseguição contra católicos no Reino Unido
Imagem: Divulgação

“Obrigado, #Gunpowder. Eu não queria vomitar, mas vomitei. Eu sei que esse tipo de violência acontecia, mas não precisava vê-la graficamente”, escr eveu um espectador no Twitter. “Essa cena de execução é uma das coisas mais dolorosas que já presenciei na TV”, afirmou uma internauta. Outros comentaristas classificaram as cenas como “desnecessárias” e “grotescas” e disseram que desligaram a TV por conta dela.

Os momentos gráficos ainda renderam comparações com “Game of Thrones”, com muitos espectadores classificando a violência da minissérie como pior do que a exibida pela produção da HBO – que não economizou na carnificina nas sete temporadas exibidas até agora.

A Ofcom, instituição que regula os veículos de mídia no Reino Unido, informou ter registrado sete reclamações contra o programa.

Em nota, a BBC defendeu o teor de “Gunpowder”: “As cenas foram ao ar depois das 9h30, com um aviso claro aos espectadores antes do início do episódio. Os métodos retratados estão fundamentados em fatos históricos e refletem o que aconteceu na época da Conspiração da Pólvora”.

O ator Kit Harington, que também é produtor da minissérie, havia comentado dias antes sobre as cenas violentas. “Era importante para a história porque desde o começo precisamos saber porque Catesby embarca nesse ato muito, muito violento”, disse ele a uma rádio britânica.