Topo

Filmes e séries


Atriz diz que Oliver Stone a assediou em audição para filme por vingança

Reprodução/TV UOL
07.nov.2016 - O cineasta Oliver Stone em entrevista ao UOL, em São Paulo Imagem: Reprodução/TV UOL

Do UOL, em São Paulo

2017-11-21T14:04:09

21/11/2017 14h04

Melissa Gilbert acusou o diretor Oliver Stone de assédio sexual durante audição para o filme "The Doors", lançado em 1991. A atriz revelou que o diretor preparou um teste especial para ele em que simularia uma cena de sexo.

"Ele escreveu essa cena especial que ele queria que eu fizesse para ele fisicamente na sala de elenco, e foi humilhante e horrível", relatou a estrela no programa "Radio Andy".

Melissa fez o teste para o papel de Pamela Courson, interpretada na produção por Meg Ryan. A atriz ainda afirmou que o consagrado diretor fez isso por "vingança", depois de ela ter o constrangido em publicamente.

"A gente estava do lado de fora de uma balada e ele estava falando para umas pessoas de como a televisão é uma porcaria e que ele nunca faria e bla bla bla. E então várias meninas vieram correndo em minha direção, porque elas assistiam 'Os Pioneiros' [série de televisão que foi ao ar entre 1974-1983] e todos acabaram rindo com a situação. E eu disse para ele 'você vê, idiota, isso é televisão'. E acho que ele nunca esqueceu", acrescentou.

A atriz disse que fez várias cenas para tentar o trabalho em "The Doors", e que no final Oliver Stone disse a ela, "eu quero que você fique, eu tenho algo especial para você".

Este não é o primeiro caso de assédio que o diretor enfrenta. Um dia depois de defender Harvey Weinstein sobre a série de acusações que o produtor vem sofrendo desde outubro, o cineasta acabou ele mesmo sendo acusado por assédio sexual.

O relato partiu da atriz e coelhinha da Playboy nos anos 90 Carrie Stevens, que foi às redes sociais falar sobre um episódio em que Stone teria apalpado os seios dela sem consentimento.