PUBLICIDADE
Topo

Substituição de Kevin Spacey em filme custou US$ 10 milhões a estúdio

Christopher Plummer em cena de "Todo o Dinheiro Do Mundo" - Divulgação
Christopher Plummer em cena de "Todo o Dinheiro Do Mundo" Imagem: Divulgação

Do UOL, em São Paulo

19/12/2017 21h22

Acusado de assediar sexualmente várias pessoas em Hollywood, o ator Kevin Spacey precisou ser substituído às pressas pelo veterano Christopher Plummer no filme "Todo o Dinheiro do Mundo", do diretor Ridley Scott, que já estava pronto quando as denúncias vieram à tona e tem estreia prevista para o próximo dia 25 no Brasil.

Toda a logística envolvendo a troca se mostrou complexa e custou caro à Columbia Pictures, que precisou acrescentar US$ 10 milhões no orçamento do longa, de cerca de US$ 40 milhões incluídas aí as cerca de 400 novas tomadas feitas em apenas nove dias na Itália e no Reino Unido. A bagatela acabou sendo paga pela Imperative Entertainment, coprodutora do filme.

Os detalhes da correria que tomou conta da produção foram revelados pelo diretor Ridley Scott em entrevista à revista "The Hollywood Reporter". Segundo o cineasta, partir dele a iniciativa de refilmar trechos da história.

"Eu já cheguei dizendo: 'Eu posso consertar isso. Teremos que reformular e garantir que a equipe e os locais de filmagens estejam disponíveis para eu voltar e refazer o mais rápido possível todas as tomadas em que [Spacey] aparecia", disse o diretor.

Na entrevista, Ridley Scott revelou ainda que algumas cenas precisaram ser inteiramente refeitas, com a volta dos astros Michelle Williams e Mark Wahlberg ao set de filmagem. "Encenamos de forma semelhante, mas adaptamos um pouco a atuação deles com base na performance e na dinâmica entre os atores", afirmou o diretor de fotografia Dariusz Wolski.

Tela verde

Nem todas as cenas, no entanto, puderam ser perfeitamente reproduzidas. A saída foi combinar as novas tomadas feitas por Christopher Plummer com efeitos especiais gerados por computador.

A técnica da "tela verde", que substitui o fundo por uma imagem pré-registrada, foi usada uma vez, em uma cena rodada na Jordânia. De acordo com a equipe do filme, era impraticável retornar ao país a tempo.

"Fomos pressionados pelo tempo, e os dois atores fizeram performances muito diferentes. Então não era apenas questão de substituir (...) O ritmo era muito diferente, com ênfases nos diálogos muito diferentes. Isso influenciou nas outras performances na cena. Então decidimos substituir cenas completas", explicou Claire Simpson, montadora do filme.

Em "Todo o Dinheiro do Mundo", Christopher Plummer interpreta o magnata do petróleo J. Paul Getty, que vê o neto John Paul Getty III (Charlie Plummer) ser sequestrado, com os sequestradores exigindo resgate de US$ 3 milhões. O filme é baseado em uma história real dos anos 1970.

Kevin Spacey no filme "Todo o Dinheiro do Mundo", de Ridley Scott - Reprodução - Reprodução
Kevin Spacey envelhecido em cena de "Todo o Dinheiro do Mundo"; ele foi retirado do filme
Imagem: Reprodução