PUBLICIDADE
Topo

Acusado de assédio e estupro, Weinstein é agredido em restaurante nos EUA

Produtor de cinema levou tapa na cara em um restaurante no Arizona - Reprodução/TMZ
Produtor de cinema levou tapa na cara em um restaurante no Arizona Imagem: Reprodução/TMZ

Do UOL, em São Paulo

10/01/2018 15h25

Pivô do levante hollywoodiano contra o assédio sexual, o produtor de cinema Harvey Weinstein foi hostilizado e agredido em um restaurante na noite de terça-feira (9). O site “TMZ” divulgou um vídeo em que uma pessoa identificada como Steve dá dois tapas no rosto do produtor e o chama de “pedaço de merda” na saída do local. "Dê o fora daqui", diz ao produtor.

Steve afirmou que tinha "bebido um pouco" e instruiu um amigo a gravar o vídeo enquanto se aproximava de Weinstein.

O episódio aconteceu em Phoenix, no Arizona. Segundo o “TMZ”, Weinstein estava jantando quando Steve se aproximou e pediu uma foto. O homem afirmou que o produtor foi grosseiro e se negou a posar para a fotografia.

Um dos maiores e mais influentes produtores de Hollywood, Harvey Weinstein foi acusado por mais de 80 mulheres de ter cometido assédio sexual e estupro nas últimas décadas. Após as histórias das vítimas virem a tona, ele anunciou licença de seu cargo "para lidar com essa questão de frente".

Até então presença constante nas premiações, Weinstein foi alvo de críticas e piadas do mestre de cerimônias do Globo de Ouro 2018, no último domingo (9). "Boa noite senhoras e senhores que sobraram", disse Seth  Meyers. "Harvey Weinstein não está aqui. Não se preocupe, ele voltará em 20 anos quando se tornará a primeira pessoa a ser vaiada na sessão 'in memoriam.”