Filmes e séries

Após polêmica, Wahlberg doa US$ 1,5 milhão que ganhou por regravar filme

TIM BRAKEMEIER/EFE
Wahlberg foi criticado por receber mil vezes mais que a colega Imagem: TIM BRAKEMEIER/EFE

Do UOL, em São Paulo

13/01/2018 15h53

O ator Mark Wahlberg anunciou neste sábado que vai doar em nome de Michelle Williams o salário que ganhou para regravar as cenas de "Todo o Dinheiro do Mundo".

O astro recebeu cerca de US$ 1,5 milhão nas refilmagens que colocaram Christopher Plummer no lugar de Kevin Spacey depois que o filme havia sido finalizado. Para refazer as suas cenas, Michelle Williams recebeu menos de US$ 1.000. O dinheiro será doado para o Time's Up, um fundo de apoio às vítimas de abuso e assédio sexual criado no ano passado após os casos envolvendo produtores e atores de Hollywood serem revelados.

"Nos últimos dias o meu salário pelas refilmagens de 'Todo o Dinheiro do Mundo' virou um assunto importante. Eu apoio 100% a luta pelos pagamentos justos e estou doando US$ 1,5 milhão para o Time's Up em nome da Michelle Williams", disse Wahlberg em comunicado oficial. A WME, agência que cuida da carreira tanto de Wahlberg quanto de Williams, doará US$ 500 mil ao fundo.

As cenas de "Todo o Dinheiro do Mundo" foram regravadas depois de o ator Anthony Rapp, de "Star Trek: Discovery", ter contado sobre o abuso que sofreu de Kevin Spacey quando era um adolescente. Em um movimento inédito, o diretor Ridley Scott decidiu tirar Spacey do filme, que já estava pronto, semanas antes do lançamento.

Assim, Wahlberg e  Williams precisaram regravar algumas cenas. No começo de 2018 foi revelado que o ator recebeu mil vezes mais que a colega nas regravações. O caso gerou um amplo debate em Hollywood sobre a desigualdade de condições entre homens e mulheres na indústria de entretenimento. 

O filme, que conta a história do sequestro do neto do magnata J. Paul Getty, estreia no Brasil no dia 1º de fevereiro.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

do UOL
AFP
Reuters
AFP
UOL Cinema - Imagens
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
AFP
do UOL
Cinema
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Reuters
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Blog do Barcinski
do UOL
AFP
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
UOL Entretenimento
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Roberto Sadovski
AFP
AFP
AFP
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Topo