Filmes e séries

"The Runaways" vai além da biografia da banda de rock

Divulgação
Dakota Fanning e Kristen Stewart são Cherie Currie e Kristen Stewart em ''The Runaways'' Imagem: Divulgação

07/10/2010 14h04

Na adolescência, Joan Jett queria aprender a tocar guitarra, mas um professor de violão insistia: guitarra não é coisa de mulher. E, mais uma vez, tentava ensinar-lhe uma musiquinha quase infantil - para desespero da garota, que se revoltava e, mais tarde, se tornaria uma das maiores roqueiras do mundo. Ao menos essa é a história de "The Runaways - As Garotas do Rock", que estreia em circuito nacional.

Kristen Stewart - a Bella da série "Crepúsculo" - interpreta Joan. A personagem tem um papel importante no longa da diretora estreante Floria Sigismondi, mas o filme é mais sobre Cherie Curie, cantora e colega de Joan na banda The Runways, do que sobre a guitarrista, que acaba ficando para segundo plano na história. Cherie é interpretada por Dakota Fanning, que aliás também participa da série "Crepúsculo".

ASSISTA AO TRAILER DE "THE RUNAWAYS"

O filme acompanha a ascensão da banda The Runaways - que teve seu auge entre 1975 e 1979 - um processo regado a drogas e sexo. Tudo isto é retratado de forma um tanto branda em se tratando da liberdade dos anos 1970. Por sua vez, o visual do filme, com diferentes texturas, cores e luzes, traduz bem o que era ser jovem naquela época, dominada pelos excessos da era pré-Aids.

No centro da trama estão Joan, Cherie e o homem que as uniu: o empresário Fowley (Michael Shannon, de "Foi apenas um sonho"). Ele teve a percepção de unir o talento musical de Joan com a beleza e a ferocidade de Cherie, criando logo o hit "Cherry Bomb".

As meninas eram o que se chama "jailbait" (em bom português, "chave de cadeia"). Menores de idade, elas transferiram para a música, coreografia e figurinos seus hormônios juvenis em ebulição. A combinação rendeu milhões e a fama repentina.

Há no filme um dilema entre ser a mulher-objeto que satisfaz as fantasias mais sórdidas (Cherie) ou manter-se fiel aos seus ideais e ao amor pela música (Joan). A escolha foi feita pelas personagens. Na vida real, como o filme mostra sem muita profundidade, Cherie mergulha num oceano de egolatria e autodestruição, que culmina em internações para desintoxicação.

O filme não procura fazer julgamentos, focando-se em retratar as artistas enquanto jovens. Neste sentido, "The Runaways" é mágico. Em sua época, a banda tornou-se uma febre mundial, como se observa numa apresentação delas em Tóquio, abarrotada de adolescentes histéricas que se vestem e maquiam como seus ídolos. Nada mal para duas garotas de 16 anos que, meses antes, contentavam-se em imitar David Bowie.

Há muito Dakota não surpreendia no cinema. Relegada ao posto de coadjuvante na série "Crepúsculo", em "The Runaways" ela volta a dar sinais do talento promissor demonstrado em filmes como "Uma Lição de Amor". Ela domina a cena ao encontrar a dimensão humana por trás da fama de Cherie.

Por isso, o filme é muito mais que apenas a biografia de uma banda de rock feminina. Kristen também mostra que seu talento é muito maior do que os suspiros e olhares perdidos no horizonte de Bella. Ainda assim, "The Runaways..." pertence a Dakota, até porque sua personagem é mais interessante e complexa.

Mais de três décadas depois, Joan provou que seu professor estava errado e que o rock seria sua vida. "Eu amo rock and roll" é o título e refrão de uma de suas músicas mais famosas. Cherie talvez não gostasse tanto assim de música e a fama pode ter sido obra do acaso. Independentemente disso, a história delas rendeu um filme bastante empolgante.

(Por Alysson Oliveira, do Cineweb)

* As opiniões expressas são responsabilidade do Cineweb

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
AFP
Roberto Sadovski
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
EFE
do UOL
UOL Cinema - Imagens
Reuters
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Cinema
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
UOL Cinema - Imagens
Cinema
do UOL
UOL Cinema - Imagens
Cinema
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
EFE
EFE
do UOL
Roberto Sadovski
do UOL
do UOL
do UOL
UOL Entretenimento
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
EFE
EFE
Topo