Filmes e séries

''O Garoto de Liverpool'' aborda juventude nebulosa de John Lennon

Divulgação
Aaaron Johnson faz o papel do jovem John Lennon em "O Garoto de Liverpool", de Sam Taylor-Wood Imagem: Divulgação

02/12/2010 15h00

Não é por acaso que "O garoto de Liverpool", drama baseado na juventude de John Lennon, termina ao som de "Mother", música escrita e gravada pelo músico, morto em 1980, que diz "Mãe, você me teve, mas eu nunca tive você. Eu a quis, mas você não me quis".

Segundo o filme, dirigido por Sam Taylor-Wood, a relação do jovem com sua mãe, com quem foi manter contato apenas na adolescência, beirava o incesto.

Não que eles fossem muito próximos. John (Aaron Johnson) só a reencontra quando seu tio George (David Threlfall) morre repentinamente. Sua tia Mimi (Kristin Scott Thomas) o cria com mão de ferro.

TRAILER DO FILME "O GAROTO DE LIVERPOOL"

A tia encarna o protótipo britânico da repressão, enquanto a mãe, Julia (Anne-Marie Duff), gosta de festas, música e dança. É ela, aliás, que o apresenta ao rock, a Elvis e acaba mudando a vida do rapaz.

Julia teve uma crise nervosa quando John era pequeno e ficou sob os cuidados da irmã, Mimi. Ela não apenas se afastou do filho, mas também de toda a família. Anos mais tarde, reencontrar-se com a mãe e trazê-la novamente para dentro de sua vida, representa para John um ato de rebeldia que desaguará na busca por uma carreira como músico.

Roteirizado por Matt Greenhalgh ("Control") a partir de um livro de memórias de Julia Baird - irmã de Lennon por parte de mãe - "O garoto de Liverpool" faz poucas referencias aos Beatles, deixando claro que esse é um filme sobre John.

Depois de uma certa resistência ao primeiro contato, ele se torna amigo de Paul McCartney (Thomas Brodie-Sangster), um rapaz com cara de engomadinho, mas que leva jeito para a música.

Os anos de formação de John e sua iniciação como músico servem como espinha dorsal na narrativa do filme, mas a rivalidade entre Mimi e Julia - o que cada uma representa, age e o que espera do rapaz - ganha a frente da história várias vezes. O que é um pouco frustrante, no entanto, é que o longa mostra isso apenas pelo ponto de vista do rapaz, reduzindo a potencialidade das outras duas personagens.

Esse é o primeiro longa da diretora que, apesar de alguns deslizes, mostra segurança na condução da história, desenvolvimento dos personagens e trabalho com elenco, sem cair em maneirismos, especialmente visuais.

Interpretando Lennon, Johnson tem a liberdade da criação sem pensar em copiar - até porque essa fase da vida do músico é nebulosa e pouco conhecida. No entanto, são as duas atrizes, Kristin e Anne-Marie, que se sobressaem, até porque, durante boa parte do filme, suas personagens são mais interessantes e delineadas.

Num momento de sua carreira, Lennon escreveu uma canção chamada "Julia", para sua mãe. A canção, com sua letra poética e meio delirante, mais parece uma declaração de amor de um namorado do que a de um filho. Pelo que "O garoto de Liverpool" mostra, essa interpretação é bastante pertinente.

(Alysson Oliveira, do Cineweb)

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

UOL Cinema - Imagens
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
UOL Cinema - Imagens
Cinema
EFE
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
UOL Cinema - Imagens
Cinema
do UOL
AFP
do UOL
Reuters
AFP
do UOL
Reuters
do UOL
Reuters
do UOL
BBC
do UOL
Chico Barney
do UOL
do UOL
UOL Cinema - Imagens
UOL Entretenimento
Cinema
do UOL
AFP
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Reuters
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
AFP
Topo