Cinema

Com títulos como "A Origem'' e "Harry Potter 7", Warner é campeã do mercado de estúdios em 2010

Divulgação
Daniel Radcliffe interpreta o bruxo protagonista em "Harry Potter e as Relíquias da Morte - Parte 1" imagem: Divulgação

Por Pamela McClintock

LOS ANGELES (Hollywood Reporter) - A Warner Bros. ficou em primeiro lugar no ranking dos estúdios de cinema de Hollywood em participação de mercado pelo terceiro ano seguido em 2010, apesar da queda de bilheteria e da estagnação do mercado em geral.O estúdio conquistou a primeira posição na América do Norte com ganhos líquidos de U$1,89 bilhão, ou 18,3% do total da receita.

Os filmes mais bem-sucedidos foram "A Origem" (U$292,5 milhões) e "Harry Potter e as Relíquias da Morte: Parte 1" (U$283 milhões). Em 2009, o estúdio ficou com uma fatia de 19,8% e uma receita total de U$2,1 bilhões.

A receita total de bilheterias em 2010 ficou um pouco abaixo do U$10,57 bilhões, uma queda de menos de 1% em relação ao recorde de U$10,6 bilhões de 2009.

Foi a segunda vez na história que a receita no mercado dos EUA ultrapassou os U$10 bilhões. Entretanto, houve uma redução de público de mais de 5,2% em 2010 em relação ao ano anterior - a maior queda em uma década.

A discrepância é atribuída ao aumento de preço dos ingressos, alimentado pelos lançamentos em 3D, de uma média de U$7,46 para U$7,85 em 2010 (no meio do ano, o preço médio saltou para 7,95 dólares, depois caiu novamente para 7,85 dólares).

A Paramount ficou em segundo lugar em 2010, com 16,1% do mercado, com receita de U$1,67 bilhão. Seus maiores sucessos foram filmes distribuídos para outros estúdios, "Homem de Ferro 2", da Marvel (312 milhões de dólares), e a animação da DreamWorks "Shrek para Sempre" (U$238 milhões).

Graças a "Avatar", a 20th Century Fox ficou na terceira posição, com U$1,45 bilhão e 14% do mercado. A Disney ficou em quarto lugar, com U$1,4 bilhão e 13,6% do mercado, enquanto a Sony ficou em quinto, com U$1,26 bilhão e 12,3%.

A Universal teve um ano difícil, mantendo-se na sexta posição, com 8,2% do mercado e uma receita de U$842,2 milhões.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.title}}

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 
Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Topo