Cinema

"A Entrevista", da Sony, ultrapassa US$40 milhões em vendas digitais

LOS ANGELES (Reuters) - "A Entrevista", comédia da Sony Pictures que pode ter provocado um ataque cibernético contra a empresa, arrecadou mais de 40 milhões de dólares com 5,8 milhões de downloads, afirmou o estúdio nesta terça-feira.

O chefe-executivo do braço de entretenimento da Sony Corp, Michael Lynton, classificou os 40 milhões de dólares como um "marco significativo" para o lançamento sem precedentes em televisão paga e on-line por meio de plataformas como Google Play, do Google, iTunes, da Apple, e Time Warner Cable.

O lançamento digital do filme em 24 de dezembro foi improvisado uma semana após a Sony Pictures desistir de um amplo lançamento nas telonas, quando grandes redes de cinema se recusaram a exibir o longa por causa de ameaças difusas de violência feitas por hackers.

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, disse que a decisão de recuar do lançamento nos cinemas foi um "erro" similar à censura.

O filme estrelado por Seth Rogen e James Franco, sobre o assassinato fictício do líder da Coreia do Norte, Kim Jong Un, também rendeu 6 milhões de dólares em bilheteria depois que cinemas independentes pressionaram por um lançamento restrito no dia de Natal.

Não está certo se o estúdio Sony Pictures vai conseguir recuperar seu investimento na comédia, que custou 44 milhões de dólares para ser filmada e outras dezenas de milhões para ações de marketing.

O governo dos EUA culpou a Coreia do Norte pelo ataque cibernético mais devastador contra uma companhia privada já perpetrado em território norte-americano. O governo norte-coreano disse que "A Entrevista" era o mesmo que "um ato de guerra", mas negou estar por trás da invasão aos computadores da empresa.

(Reportagem de Mary Milliken)

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.title}}

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 
Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Topo