Música

Comédia "Sorria, Você Está Sendo Filmado" inova no uso do humor negro

Alysson Oliveira Do Cineweb, em São Paulo

Mais conhecido no cinema por sucessos como "Se Eu Fosse Você" e sua sequência, o produtor e diretor Daniel Filho pode não buscar um novo caminho em "Sorria, Você Está Sendo Filmado - O Filme", mas, reinventa o seu próprio estilo com essa comédia protagonizada por Lázaro Ramos, que interpreta um porteiro. O longa estreia nesta quinta (7).

Com tom teatral e trabalhando a partir de um roteiro assinado por ele e Fernando Ceylão, Daniel Filho criou um longa sem cortes, com um único enquadramento uma câmera instalada num computador, e faz dessas "limitações" técnicas uma das razões de ser para o seu filme.

O ponto de partida é o suicídio de um roteirista (Bruce Gomlevsky) de um humorístico fictício da TV Globo. Antes de se matar, no entanto, o sujeito ligou a câmera de seu computador e assim ela ficou.

Ao ouvirem um tiro, alguns vizinhos correm para o apartamento e, com a chave do porteiro, entram e se deparam com o corpo, sem notar a câmera. Começa, então, uma verdadeira saga em torno do que fazer com o corpo e como fazer. O morto não tinha amigos e o único parente mora longe.

A estrutura, com entrada e saída de personagens, interagindo com alguns outros num cenário que poderia muito bem ser um palco, lembra alguns humorísticos da televisão especialmente o recente "Sai De Baixo", mas sem o recurso de ver ação por diversos ângulos. Aqui, recorre-se apenas à câmera quase fixa do computador, que dá conta de praticamente toda a sala do apartamento, onde se desenvolve a ação.

As personagens são mais tipos do que gente de verdade um recurso comum da comédia, bem usado aqui. Há o síndico mal-humorado (Otávio Augusto) e sua mulher, Vera (Susana Vieira), uma atriz cujo trabalho mais famoso foi a de uma personagem amiga de Regina Duarte numa novela.

O entra-e-sai do apartamento inclui a mulher do porteiro, empregada do suicida, Neide (Roberta Rodrigues), um corretor de imóveis (Marcos Caruso), um agente funerário (Lúcio Mauro Filho), uma dupla de paramédicos (Deborah Secco e Thiago Martins), e, finalmente, uma dupla de policiais (Juliano Cazarré e Thiago Rodrigues), entre outros. Tudo isso criando estranhamentos diante da situação.

Para o filme ser bem-sucedido, muito depende da sincronia do elenco. Lázaro, que fica mais tempo em cena, se destaca, como um sujeito atrapalhado e carismático. Susana também está bastante confortável e divertida no papel de uma atriz perua que vê na chance de uma entrevista a oportunidade de voltar às telas.

Trabalhando com um orçamento bem menor do que em seus filmes mais famosos, Daniel Filho conduz uma ação entre amigos parte do elenco também é creditada como produtora, e entrega seu melhor filme desde o drama "Tempos de Paz".

"Sorria..." é um filme atual ao falar da superexposição na mídia e da sociedade do espetáculo que insiste em permanecer. Todas as personagens aguardam ansiosamente a chegada da TV Globo que as irá entrevistar para o telejornal é o que acreditam.

Assista ao trailer de "Sorria, Você Está Sendo Filmado - O Filme"

*As opiniões expressas são responsabilidade do Cineweb

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.title}}

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 
Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Topo