Cinema

Bradley Cooper apoia críticas de J-Law a disparidade salarial em Hollywood

Piya Sinha-Roy Em Los Angeles (EUA)

O ator Bradley Cooper aplaudiu a atriz Jennifer Lawrence por criticar as diferenças salariais entre homens e mulheres em Hollywood, e disse que é hora de começar a corrigir o problema.

Cooper, que conversou com a Reuters em um evento de divulgação de seu filme mais recente, "Pegando Fogo", na quarta-feira (14), afirmou ser "fantástico" que Jennifer tenha assumido a causa e que sua popularidade lhe garante uma grande "plataforma". "As pessoas escutariam se outra mulher o dissesse?", indagou.

Jennifer ganhou um Oscar por "O Lado Bom Da Vida" e foi a atriz mais bem paga do mundo no ano passado, segundo a revista Forbes, com lucros estimados em US$ 52 milhões.

Ela lançou seu ataque contra a disparidade salarial na terça-feira, em um artigo intitulado "Por que ganho menos do que meus coprotagonistas?", que foi publicado na newsletter Lenny, da também atriz Lena Dunham.

Um vazamento de emails da Sony Pictures no ano passado revelou que Jennifer recebeu milhões de dólares a menos que os três coprotagonistas masculinos de "Trapaça", filme de 2013 que tinha no elenco Cooper, Christian Bale e Jeremy Renner.

Cooper, que segundo a Forbes ganhou US$ 41,5 milhões no último ano, afirmou que ficou surpreso ao descobrir o que foi pago a Amy Adams no mesmo filme, que lhe rendeu uma indicação ao Oscar de melhor atriz.

"Ela trabalhou todos os dias nesse filme e não lhe pagaram quase nada. Realmente é horrível, é quase vergonhoso", disse o ator.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.title}}

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 
Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Topo