UOL Entretenimento Cinema
 

Ficha completa do filme

Musical

As Garçonetes de Harvey (1946)

Resenha por Rubens Ewald Filho

Rubens Ewald Filho

Especial para o UOL Cinema 01/01/2004
Nota 1

Dos grandes musicais da Metro, um dos menos conhecidos no Brasil é este faroeste musical. Totalmente rodado em estúdio, segundo o realizador foi dos mais simples de realizar. Principalmente porque sua estrela Judy Garland estava numa boa fase. Dizem que ela era realmente extraordinária, para aprender um passo de coreografia ou alguma canção bastava ouvi-la uma única vez e depois a repetia inteirinho, sem errar nada. É o que sucedeu neste longo número musical "On the Atchinson, Topeka and Santa Fe", que depois ganharia o Oscar de Canção.

É inspirado em fato real, realmente existiram os restaurantes de Harvey que serviam as ferrovias, e as garçonetes eram moças de família que com freqüência se casavam com os habitantes locais. De uma certa maneira elas traziam o progresso, a lei e a ordem. Por isso que no filme elas são combatidas pelos bandidos locais, um juiz venal feito por Preston Foster e o dono do Saloon que é interpretado por James Craig, um dos muitos imitadores de Clark Gable. O único problema da filmagem foi um sarampo que Craig teve e fez interromper a filmagem. Na história, ele tem um romance com Judy, que se torna garçonete. Craig chegava a cantar uma canção mas ela foi cortada na montagem final (está nos extras). Outra canção importante que foi cortada era um protesto contra a corrupção na cidade, feita com archotes e passeatas. Mas que acharam que atrapalhava a história! (o que foi um erro).

Além de Judy, "As Garçonetes" tem mais gente famosa. Foi um dos primeiros papéis importantes de Cyd Charisse, como uma das garçonetes que faz parte com o tenor Kenny Baker, hoje esquecido. Cyd, que chega a ser solista, é dublada por outra nas canções. Também Angela Lansbury faz a garota de Saloon, uma prostituta de coração de ouro. Apesar de ser cantora, Angela também foi dublada por outra. Quem rouba a fita é o par humorístico, Marjorie Main e principalmente o sapateador Ray Bolger, mais conhecido como o espantalho de "O Mágico de Oz".

Compartilhe:

    Siga UOL Cinema

    Sites e Revistas

    Arquivo