UOL Entretenimento Cinema
 

Ficha completa do filme

Drama

Sombras do Mal (1992)

Resenha por Rubens Ewald Filho

Rubens Ewald Filho

Especial para o UOL Cinema 17/05/2006
Nota 5

Esta não é a discutível refilmagem homônima de 92, atualizada e passada em Nova York, com Robert DeNiro e Jessica Lange. Trata-se da versão original da Fox, ainda pouco conhecida e um dos melhores filmes Noirs de todos os tempos. Sem falar na excelente interpretação de Richard Widmark, um ator subestimado que começou como vilão (notável em "O Beijo da Morte") mas que aqui, no auge de sua carreira cria um personagem patético, humano e trágico.

Infelizmente o filme não teve a repercussão merecida por ser difícil e ter sido dirigido por Jules Dassin, que naquele momento estava sendo perseguido pela Lista Negra do McCarthismo (desde então nunca mais voltou aos EUA, tendo que recriar sua carreira na Europa). Na verdade, o chefe da Fox, Zanuck lhe deu esse projeto na tentativa de protege-lo.

O filme dá uma visão expressionista do submundo londrino (quase toda a fita é noturna) na figura de um Perdedor ambicioso, que na tentativa de enganar todo mundo, acaba enganando a si mesmo. Embora Gene Tierney já estivesse menos bela do que em "Laura" e elegante demais para aquela situação (ela canta um numero dublada por Maude Edwards), dá para perdoar pela qualidade impressionante da direção, a chamada mise en scéne, no auge da inspiração. A ser descoberto. Ficou proibido na Finlândia até 65!

Resenha por Rubens Ewald Filho

Rubens Ewald Filho

Especial para o UOL Cinema [resenha-data-cadastro]
Nota 1

Refilmagem de um clássico homônimo, mas pouco conhecido filme noir, de 1950, feito por Jules Dassin (a quem este filme é dedicado) com Richard Widmark e Gene Tierney).

Mas erraram na transposição, perderam o clima (quase não há cenas noturnas) e no personagem (que aqui virou um advogado pilantra, antes era ainda mais perdedor, um pequeno vigarista). Também não ganhou nada em atualizar a história e passá-la para Nova York (em vez de Londres). Ou seja, quando puder veja o original (que é amargo e difícil).

Este aqui é outro projeto estragado pelo limitado talento de Winkler, que em má hora resolveu mudar de produtor para diretor. De Niro não está mal como o anti-herói incompetente mas Jessica tem pouco a ver como a amante dele (e casada com o dono do bar onde freqüenta). Não tem grande impacto e termina de maneira fraca (aliás Michael Caine ficaria melhor neste tipo de personagem, que fez várias vezes no cinema).

Compartilhe:

    Siga UOL Cinema

    Sites e Revistas

    Arquivo