UOL Entretenimento Cinema
 

Ficha completa do filme

Comédia

Priscilla, a Rainha do Deserto (1994)

Resenha por Rubens Ewald Filho

Rubens Ewald Filho

Especial para o UOL Cinema 01/01/2005
Nota 1

Apresentado fora de concurso em Cannes, foi uma sensação esta fita australiana que acabou ganhando um Oscar de Figurino e BAFTA de Figurino e Maquiagem. Foi a que melhor capturou o fenômeno dos homens que se montam como mulheres caricatas, muito exageradas.

Realizado por um diretor-roteirista que entende do assunto (mas que depois não foi muito longe), o filme acerta na escolha dos atores, todos eles machões e com carreiras respeitáveis antes e depois (os mais jovens foram para Hollywood). Mas a grande sacada é ser um filme de estrada (road movie), ou seja, faz os personagens passarem por diversas aventuras, encontrarem gente simpática e também outras preconceituosas.

Mas também tem um clima de vídeo clipe, graças utilização de músicas nostálgicas de Village People, Gloria Gaynor, Lena Horne e principalmente ABBA. Na época concorreu com outro filme sobre o mesmo tema, produzido por Spielberg, que acabou se atrasando e ficando inferior, "Para Wong Foo, Obrigada por tudo!". Este Priscilla, apesar de hoje ser datado, já tem foros de clássico. Originalmente chegou a se chamar "As Aventuras de Priscilla, a Rainha do Deserto".

Compartilhe:

    Siga UOL Cinema

    Sites e Revistas

    Arquivo