UOL Entretenimento Cinema
 

Ficha completa do filme

Drama

Dom (2003)

Resenha por Rubens Ewald Filho

Rubens Ewald Filho

Especial para o UOL Cinema 01/01/2004
Nota 3

É difícil entender porque um consagrado diretor de teatro (e também de televisão) como Moacyr Góes aceita estrear numa adaptação de "Dom Casmurro", de Machado de Assis (assinada no roteiro também por ele). E logo depois fez, tudo no mesmo ano, três outros filmes de encomenda, "Maria, Mãe do Filho de Deus" com o Padre Marcelo Rossi, "Xuxa Abracadabra" e ainda "Um Show de Verão" (com Angélica e Luciano Huck).

Será que o mundo precisava de um Casmurro atualizado? A resposta é não. Embora o filme tenha o álibi de marcar a estréia no cinema da belíssima Maria Fernanda Cândido. Ela é bonita, realmente se parece com Sophia Loren e tem um excepcional talento. É natural, sensível, eficiente e empolgante como a nova Capitu. Marcos Palmeira não acerta muito. Bruno Garcia, não disse ainda a que veio.

O filme tem problemas de realização, sua história não convence, mas Maria Fernanda é uma revelação e foi a estrela do Festival de Gramado de 2003 por puro merecimento (foi votada Melhor Atriz). Massacrado pela critica brasileira no final das contas, não chega a ser assim tão ruim. Só não deu certo.

Compartilhe:

    Siga UOL Cinema

    Sites e Revistas

    Arquivo