UOL Entretenimento Cinema
 

Ficha completa do filme

Comédia

Elas Me Odeiam, Mas Me Querem (2004)

Resenha por Rubens Ewald Filho

Rubens Ewald Filho

Especial para o UOL Cinema 22/03/2005
Nota 3

Imenso fracasso nos EUA que sai aqui direto em vídeo, o filme é dirigido pelo polêmico Spike Lee, que aborda pela primeira vez a questão do homossexualismo feminino. Ele deu entrevistas afirmando que não é preconceituoso, mas que veio de um ambiente pouco liberal. A julgar pelo filme, Lee não melhorou muito. Toca no assunto, mas sempre do ponto de vista de um heterossexual que adora ver duas mulheres fazendo sexo.

Protagonizado por Anthony Mackie, um Eddie Murphy sem graça revelado em "8 Mile", o filme faz um elogio às pessoas que tiveram coragem de "blow the whistle" (expressão em inglês para "pôr a boca no trombone"), em particular a um homem que teria sido o verdadeiro descobridor da invasão de Watergate, que levou à queda de Nixon - e que, segundo Lee, a história teria deixado de registrar por ser negro.

Lee continua provocador, acusando as grandes corporações de corrupção. Rodado em digital, o filme atira em muitos alvos e acaba se perdendo. Na maior parte do tempo, concentra-se no mote do herói que virou uma máquina de ceder esperma - e que, na fantasia masculina de Lee, cobra 10 mil dólares por transa (!).

Uma das lésbicas inseminadas por Jack - interpretada pela linda italiana Monica Bellucci - faz com que ele se aproxime da máfia. Algumas cenas com o pai da moça, vivido por John Turturro, são paródias de "O Poderoso Chefão". A fantasia machista de Lee percorre todo o filme - uma vez reacionário, sempre assim. No elenco, vale ainda destacar Ellen Barkin, Woody Harrelson e o veterano jogador de futebol e astro de cinema Jim Brown, que faz o pai do herói.

Compartilhe:

    Siga UOL Cinema

    Sites e Revistas

    Arquivo