UOL Entretenimento Cinema
 

Ficha completa do filme

Comédia

Elsa & Fred (2005)

Resenha por Rubens Ewald Filho

Rubens Ewald Filho

Especial para o UOL Cinema 01/01/2006
Nota 4

Fez muito sucesso no circuito de arte. E com toda razão, é um filme irresistível. Inclusive para mim, já que é uma homenagem a meu diretor preferido Federico Fellini (e "La Dolce Vita", com Anita Ekberg e Marcello Mastroianni). Por acaso minha mãe (falecida) também se chamava Elza. Resultado: o filme me emocionou muito e por vezes não escondi as lágrimas.

Quem viu "Conversas com Mamãe", já conhece China Zorrilla, uma atriz de 83 anos quando fez o filme, uruguaia de nascença e argentina de estrelato. É uma figura encantadora num rosto sem plásticas ou disfarces, talvez por isso ainda muito bonito. Uma atriz consumada, com tempo próprio de interpretação que foge de exageros ou excentricidades.

No caso, a história se passa em Madrid, num apartamento da famosa Gran Via, para onde se muda Fred, um senhor que ficou viúvo e infeliz (o ator espanhol Manuel Alexandre que tem 219 créditos como intérprete e apesar de apenas correto, ganhou muitos prêmios com este filme). À princípio ele estranha a vizinha Elsa, que vive sozinha, ajudada por um filho e que tem a mania de inventar histórias e colorir a vida com façanhas e situações inusitadas. Mais ou menos como a Maude do memorável "Ensina-me a Viver".

Aos poucos, os dois vão ficando amigos, aprontando juntos até se tornarem namorados (a família não é muito mostrada, tudo é focado neles). O problema é que Elza sofre de uma doença grave e Fred pensa em realizar o sonho dela, que é conhecer a Fontana de Trevi, em Roma, e repetir a cena de Anita Ekberg se banhando no lugar e dando leite para um gatinho beber.

Não revelo nada que já não estava no trailer. O que não há como negar é a empatia da dupla, do romance geriátrico tão doce e convincente, até por causa da situação e personalidade de Elsa. Nem tudo é perfeito (não convence por exemplo, a figura da filha de Fred e seu comportamento quando sabe do romance, o filme deveria ter humanizado antes e melhor sua personalidade). Mas falta pouco. Blanca Portillo que faz a filha está em "Volver", de Almodóvar. "Elsa & Fred" é mais um sucesso do cinema argentino que não se pode perder. Recomendado.

Compartilhe:

    Siga UOL Cinema

    Sites e Revistas

    Arquivo